Blog

NUNCA FAÇA ISSO EM UMA ENTREVISTA DE EMPREGO!

Fala galera! Sou Vitor Santos especialista em Linguagem Corporal, perito técnico das micro expressões faciais certificado internacionalmente pelo Paul Ekman Group, investigador profissional pela CODI-SP e criador do maior canal de Linguagem Corporal do Mundo, o Metaforando. E hoje vamos falar sobre o que devemos evitar fazer em uma entrevista de emprego.

Existem sinais de Linguagem Corporal que te fazem perder uma vaga em entrevistas de emprego, ou até mesmo queimar sua imagem com o entrevistador e com outras pessoas. Preste atenção nessas dicas e nunca faça esses sinais quando estiver concorrendo a uma vaga de emprego. Vou usar um trecho de uma entrevista que eu participei falando sobre Linguagem Corporal no programa SENSACIONAL com Daniela Albuquerque, dentre várias situações engraçadas que ocorreram no programa, uma das pautas foi como saber se comportar e o que evitar fazer em uma entrevista de emprego. E durante o programa com os convidados da noite, aconteceu uma coisa “engraçada” digamos que foi o “mico” do programa, ocorreu foi que eu tentei analisar uma modelo ao vivo e ela meio que me “quebrou” ali no interrogatório. Quando comecei a explicar sobre como acontece os interrogatórios forenses, que um dos métodos na entrevista é você criar uma linha lógica narrativa baseada em seu entrevistado ou suspeito, por assim dizer e em algum momento entre as perguntas óbvias você tem que colocar uma pergunta fora do contexto como elemento surpresa. Então me direcionei a modelo que estava sentada ao meu lado e apliquei o método iniciando o interrogatório, seguindo uma linha lógica com perguntas obvias, e tem o momento da pergunta inesperada então perguntei:
“- Qual o seu nome?
 “- Renata!”
“- Qual sua idade?
“- 31 anos”
“- Qual sua profissão?
“- Modelo”
E aí resolvi quebrar a linha narrativa lógica perguntando:
“- QUAL A COR DA SUA CUECA?” Ao que ela respondeu:
“- Eu não uso cueca, eu uso calcinha e hoje estou sem!”
 A plateia fez “OOOOOO” e minha cara de surpresa ficou evidente (rsrs).

Brincadeiras à parte, quando eu analisei uma pessoa em uma entrevista de emprego falamos sobre os pontos negativos, aquilo que você não deve fazer, basicamente numa entrevista de emprego o entrevistador vai estar te analisando enquanto pergunta para saber se você está à altura daquela vaga, ele vai observar pela sua Linguagem Corporal sinais de confiança, porque além do seu discurso, do currículo que você está apresentando tem o que suas expressões e sua linguagem corporal estão demonstrando naquele momento. Ele quer saber se você psicologicamente se sente capaz em executar aquela função oferecida na vaga de emprego, portanto sempre priorize a sua postura corporal de maneira “levantada” superior, nunca ombros caídos, a sua voz firme e especificamente o seu contato visual, enfim vou comentar agora sobre o que você precisa fazer pra se sair bem na hora da entrevista.

Falando ainda no contexto de um vídeo exibido no programa, a apresentadora me pediu pra analisar essa cena do aperto de mão:

Conseguimos observar na foto o famoso aperto de mão frouxo, que é o seguinte: a pessoa quando está insegura do que ela vai falar e no que ela vai fazer, é comum que a mão fique mais frouxa, mole. Numa entrevista de emprego o que o empregador busca? Ele quer observar no candidato sinais de confiança, portanto ele vai observar apenas 30% do que estamos falando, os outros 70% é toda nossa Linguagem Corporal, porque ele vai precisar entender além do seu currículo e de sua fala, se você tem realmente a postura de um futuro funcionário confiante em suas respostas, por exemplo, na entrevista ele pergunta: “Você gosta dessa área? Você acha que se sairia bem nesta função?”. Se você responder sim, mas sua Linguagem corporal for de “medo”, demonstrando ombros encolhidos, já foi um ponto negativo, uma dica: ombros mantê-los abaixados, peito projetado pra fora, pois a postura projetada pra dentro gera uma voz mais baixa, você se encolhe e passa a ideia que você está submisso, consequentemente à cabeça fica abaixada entre os ombros (efeito tartaruga) e não é interessante.

 

Além disso, foi mostrada uma cena da candidata a entrevista fazendo gestos pacificadores, manipuladores, quando a gente se sente inseguro começamos a se coçar, como expliquei, a pessoa está se sentindo insegura ela vai começar a se coçar, esfregando as mãos pra se acalmar. Só que isso em excesso passa a ideia de que ela está nervosa, insegura, desconfortável procure nunca fazer isso e uma dica pra você: se possível não ficar com o braço cruzado, porque isso passa a ideia de que você está fechado para conversa e a mão, você pode deixar ela a vista em cima da mesa ou mantê-las entrelaçadas.

E a última dica de hoje vou comentar é o sinal clássico de ansiedade que é de roer as unhas ou colocar a mão na boca morder a mão, isso na psicanálise esta associado a oralidade insatisfeita. Geralmente, o que acontece, quando a gente tem um momento que nos sentimos fracos e que não estamos dando conta daquela situação comum, eu posso tentar voltar para a infância, que está associado a segurança e conforto, por exemplo chupar o dedo, morder panos (as famosas naninhas), tem muita gente que quando fica inseguro morde a ponta da camisa, camiseta, uma parte da roupa próxima a boca, tudo isso prejudica mostra insegurança em uma entrevista. Portanto você deve ficar atento aos sinais corporais de maneira sempre a mostrar mais, que você é maior, projetando seu peito pra fora, levantando seu rosto, olhando no olho, não a todo o momento porque isso pode gerar um desconforto em seu interlocutor, mas olhar nos olhos dele e nunca para o chão, tomando cuidado de suas expressões faciais para não demonstrar medo, desprezo ou outras emoções negativas. Caso perceba desprezo em seu entrevistador, já é um alerta de que a conversa está encaminhando para a desaprovação, sendo assim procure mudar sua abordagem nas respostas, sua postura, algo que modifique a expressão de desprezo do entrevistador. (DESPREZO: pode ser notada na parte inferior do rosto, onde um meio sorriso ou um lado da boca é levantado).

Bom pessoal, espero que vocês aproveitem as dicas de hoje e tenham sucesso em sua próxima entrevista de emprego.

Abraços – Vitor Santos

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em:Blog