Blog

UM MENTIROSO NÃO OLHA NOS OLHOS?

Será que um mentiroso não consegue mesmo olhar nos teus olhos quando ele está mentindo? Vamos descobrir!

Fala galera! Sou Vitor Santos especialista em Linguagem Corporal, perito técnico das micros expressões faciais, certificado internacionalmente pelo Paul Ekman Group, investigador profissional pela CODI-SP e criador do maior canal de Linguagem Corporal do Mundo, o Metaforando. E hoje vamos falar sobre uma pergunta que não quer calar e, sempre me fazem: “Quando uma pessoa desvia o olhar quando esta conversando com você e olha dos lados é porque ela está mentindo, Vitor?”

Hoje, quero comentar com vocês sobre uma situação que eu passei ao vivo no programa TV Fama, onde fiz uma participação para falar dos critérios da  Linguagem Corporal do caso Felipe Prior, e durante o programa, os apresentadores Nelson Rubens e Flavia, ficaram falando várias coisas sobre Linguagem Corporal antes da minha entrada ao vivo e, até mesmo depois da minha participação, o Nelson soltou uma informação no programa sobre Linguagem Corporal que fiz questão de comentar em um vídeo do meu canal e esclarecer essa informação. Em um dado momento do programa, ele disse: “… é a linguagem do corpo, dizem até que o olhar da pessoa que esta mentindo fica mudando de foco, ela não consegue encarar a câmera, juiz, advogado, ela olha para cima, olha para baixo, são sinais, entenderam?”

Basicamente, ele citou aquela ideia que muitas pessoas têm de que quando um mentiroso vai mentir para você: que dificilmente o mentiroso vai olhar nos teus olhos, que ele vai tentar toda hora desviar o olhar. E é uma ideia que até faz sentido, muitos pensam dessa forma de que se a pessoa não olhar para sua “cara” ela está mentindo, mas será que é por aí mesmo?

A primeira coisa que você precisa entender é o que significa olhar nos olhos de alguém. No livro O Corpo Fala, diz que o olhar denuncia, ou seja, evidência o nosso interesse. Muitas vezes em uma situação, quando você vê uma pessoa olhando para outra só de “rabo de olho”, ela pode estar mostrando interesse de forma “velada”. Então, se nós entendemos que o olhar demonstra interesse e se uma pessoa está falando algo para você e quer transmitir a ideia de que está falando a verdade, será mais convincente ela ter uma Linguagem Corporal que demonstre que ela está realmente interessada naquela conversa. O olhar diretamente nos olhos é também utilizado como forma de persuasão, inclusive, muitas negociações recomendam a utilização da oculésica mirando no triangulo da face entre as sobrancelhas e o topo do nariz e, olhando nesse lugar você vai telegrafar uma mensagem social. A oculésica mostra que se você está em uma negociação ou entrevista de emprego, por exemplo, o fato de ficar olhando para a boca da pessoa vai deixa-la intimidada, e essa imagem pode remetê-la a uma atração nada comercial, o que seria desagradável de acontecer. Mas você deve estar se perguntando, o que isso tem a ver com que o Nelson Rubens falou sobre a pessoa desviar o olhar ela pode estar mentindo? Bem, existe um critério, o B5 (Quebra de contato visual) no protocolo de análise SCANS, que fala que quando a quebra de contato visual é momentânea e com outros canais verbais, lembrando sempre da regra 3-2-7, ou seja: ao menos três sinais incongruentes em até dois canais diferentes.

 

Porém, existe um artigo muito curioso do Aldert Vrij, que ele vai especificamente nesse mito popular, se a pessoa mente quando ela desvia o olhar (Artigo: Windows to the Soul? Deliberate Eye Contact as a Cue to Deceit). Basicamente, o objetivo desse artigo era estudar de forma cientifica, se era possível validar um desvio de olhar como um critério indicador de dissimulação. Então, o professor Aldert Vrij e outros especialistas, realizaram uma pesquisa em um aeroporto internacional, nesta pesquisa participaram cerca de 338 passageiros que responderam um questionário verbal, uma espécie de entrevista e quando chegasse num momento da entrevista que os passageiros tivessem que falar sobre o próximo destino deles, foi orientado que eles mentissem ou falassem a verdade. Assim sucederam às entrevistas, e tudo foi checado para constar a veracidade dos fatos, então eles conseguiram observar (checando os vouchers) o que acontecia em sua linguagem corporal quando um passageiro falava a mentira ou a verdade sobre a próxima viagem, se ela desviava o olhar na mentira ou não. Os achados dessa pesquisa foram totalmente em sentido contrário do mito popular, os codificadores dessa pesquisa, mostraram que: as pessoas que dissimulavam tendiam a olhar 30% mais para o interlocutor do que ficar desviando o olhar, ou seja, a pessoa que mentiu olhou mais para o seu interlocutor do que as que estavam falando a verdade. Isso pode ser explicado por uma possível crença comum, que é justamente essa de que ela não pode mentir quando olha no olho, então, nesse caso, o mentiroso olha um pouco mais para o interlocutor para compensar esse fato.

E o segundo ponto interessante dessa pesquisa: é que não apenas eles olham de forma deliberada mais vezes, como também evitam muito desviar o contato visual do que as pessoas que estão falando a verdade. Pois, as pessoas que estão falando a verdade não tem esse problema, geralmente ela vai quebrar o contato visual sem preocupação, mas a pessoa que está mentindo ela tem uma tendência maior em não quebrar o contato visual, isso pode ser chamado de FACIAL FEEDBACK, que diz que quando a pessoa está contando uma mentira, precisa olhar nos seus olhos para ver se você está acreditando naquilo que ela está contando. Como vocês puderam constatar, essa pesquisa mostra que não é 100% garantido de que um mentiroso vá desviar o olhar conversando com você, muito pelo contrário, é bem mais provável que ele faça exatamente o oposto e fique focando o olhar em seu rosto, quando ele estiver conversando com você e dissimulando. Então, vale ficar atento e, como sempre reforço: não existe um único sinal da mentira!

Bom galera, espero que tenha ficado esclarecido pra vocês esse mito popular do mentiroso, agora é só ficar de “olho” neles.

Transcrição – Equipe Metaforando.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em:Blog