Sem categoria

SUA COMUNICAÇÃO É POLUÍDA? PARA DE FAZER ISSO…

Você está se comunicando ou poluindo o ouvido dos outros?

Hoje vamos falar sobre comunicação nas palavras de Vitor Santos que por sinal, trabalha com comunicação, fez cinema é roteirista e falou em seu canal sobre uma nuance da comunicação que é quando você comunica algo para alguém, ou seja, você transmite uma ideia, ainda mais hoje em dia em que a todo o momento estamos compartilhando informações nas redes sociais, como noticias, movimentos associados a política, ao atual governo dentre outras informações. Vamos então à colocação do especialista em Linguagem Corporal Vitor Santos.

Pessoal, será que quando comunicamos algo estamos transmitindo fatos ou poluindo? Quando nos comunicamos passamos informação ou poluímos uma informação que existe? Pode ate ficar difícil de entender, mas vou dar um exemplo aqui de um fato que aconteceu numa comunicação com minha equipe do Metaforando quando estávamos indo para uma reunião e mandei uma mensagem no nosso grupo respondendo uma pergunta com o nome de uma cidade específica a mensagem que eu havia recebido era sobre uma inscrição que uma pessoa havia conseguido fazer e estava contando para mim, antes de entrar para a reunião para qual estava me dirigindo, nessa hora, uma pessoa da minha equipe me perguntou algo como: “-Vitor quando vai ser essa viagem para o Rio de Janeiro”? Eu prestes a entrar em uma reunião focada em outra pauta, já estava “ansioso” o que é normal, ai meu foco voltou todo para a pergunta e comecei a pensar em reponde-la sobre a ida para a cidade, tal e minha mente ficou tomada com o assunto ali e resolvi perguntar para pessoa da minha equipe: — Como assim? Viagem para o rio de Janeiro? (Porque além de estar ansioso para a reunião fiquei preocupado com a pergunta, pois não sabia de onde ela havia tirado aquela informação) e ela disse: “-Não porque, você respondeu naquela mensagem Niterói né?” Oi? Entrei de novo para ver a mensagem e… poxa vida, aí entendi oque ela estava querendo dizer e não era nada disso, veja, uma pessoa do grupo falou que iria finalmente dar entrada na carteira de habilitação dela e eu conhecia a cidade dessa pessoa e tem uma autoescola lá com o nome de Niterói-car ,ou seja, o nome de uma cidade + car, inclusive eu conheço a cidade e sabia ter essa auto escola lá, então respondi: -Pô que legal, vai ser em Niterói mesmo? NiteroiCar, só que a pessoa do grupo viu essa mensagem e passou para todos os membros da equipe a informação errada, tipo; “gente vamos acelerar o processo que o Vitor vai viajar para o Rio de Janeiro ele falou que vai para Niterói!” … entenderam oque é uma informação poluída?

Comunicação poluída é quando você pega um fato e compartilha uma interpretação, muitas vezes não sabemos a diferença, pois o fato ele é um fato! (que baita definição rs) vamos lá, um fato pode ser avaliado de forma fria, racional e não tem comprometimento com o lado emocional e o fato geralmente é simples e se resume a algo bem simples, por exemplo nessa situação oque poderia ser pensado pela pessoa que passou a mensagem errada;“ O Vitor falou a palavra Niteroi, será que ele vai para lá? Será que conhece alguém de Niterói? Oque será que tem lá? Mas será que é Niterói mesmo? Será isso ou será aquilo? Ela poderia criar essa hipótese, contanto que ela se lembrasse de falar o fato que era;“ O Vitor falou Niterói no grupo, só!

A interpretação que na análise de mensagem verbalizada, nos chamamos de poluição, o que é essa interpretação? Ela é, na verdade uma versão poluída de um dado, quando ela passa por um filtro racional e singular da pessoa onde ela vai fazer uma avaliação do que ela acha e do que faz sentido para ela e aquilo é uma interpretação que no nosso caso chamamos de poluição. Quando a gente comunica dados, falando de comunicação estratégica e de ser uma pessoa mais racional, você tem que evitar e fugir da poluição, um outro exemplo de poluição são as Fake News, onde pessoas mal intencionadas distorcem os fatos, mas quando a pessoa faz “sem querer” ela só está poluindo sem más intenções, sem querer.

Então quando não foge da poluição na forma de comunicação você acaba monopolizando recursos atoa, envolvendo pessoas, gastando tempo e tempo é dinheiro. Então imagina que um membro de minha equipe colocou em alerta toda equipe, para equipe começar a trabalhar mais rápido, correr porque essa pessoa “entendeu” interpretou que eu iria para Niterói, minha equipe ficou alarmada, ficou mais estressada, mais do que no comum, trabalhou de forma que não precisava, resumindo a ópera, gastou recursos desnecessários, pois a equipe ficou tentando entender o que poderia ser aquela informação errada, e perdeu um tempo e todos perderam com isso. O foco deste post é: quando você está comunicando algo, você já parou pra pensar, quantas vezes você passa uma informação poluída para frente? Oque quando você mesmo polui uma informação? Quando, por exemplo, alguém te dá uma informação e você não questiona tipo; “Aconteceu isso mesmo”? Foi dessa forma mesmo? Ou você esta julgando assim? É muito importante tentar separar poluição do dado. Importantíssimo!

Se você quer ter mais controle do que está acontecendo, não quer se assustar atoa, não quer perder recursos, vale a pena sempre questionar, antes de comunicar, “espera aí, essa informação que estou recebendo é um dado? É um fato? Ou é uma informação manipulada, uma informação poluída?” Portanto, questionem sempre quando receberem uma informação e tentem sempre perguntar para a fonte se essa informação é factível, e se é factível quais provas você tem ou a pessoa que te passou a informação, pode apresentar para que você a compreenda como factível para que assim você evite passar uma poluição como informação?

Espero que vocês tenham gostado dessa informação que vocês pensem nisto: você faz comunicação ou poluição com suas palavras? Você consegue transmitir informações ou não? Até próximo post.

Vídeo do canal – Vitor Santos – link: https://youtu.be/cMWUGYEI_Js

Abraços – Equipe Metaforando

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *