Blog

Você prefere RESPEITO ou VITÓRIA? Mentalidade Samurai

Você prefere ganhar de alguém ou você prefere ter o seu respeito e sua honra intacta? Vamos descobrir como pensa o especialista em Linguagem Corporal Vitor Santos do canal Metaforando e sua visão a respeito desse tema.

Eu começo dizendo que essa minha reflexão não é a verdade absoluta sobre os fatos, e sim, a minha forma de entender a respeito. Por isso hoje vou falar brevemente com vocês sobre o Kendo. Essa arte marcial japonesa, é baseada em sistemas tradicionais de combate e guerra, porem se você for buscar algumas informações, você vai descobrir que o Kenjutsu é mais antigo do que o Kendo. O cabinho da espada seria a tradução direta de Kendo, que está mais associado à prática esportiva com uma ênfase no que diz respeito à tradição e a filosofia do caminho do guerreiro. Por isso que o Kendo é o caminho da espada, porque hoje em dia ninguém precisa usar a espada para resolver situações.

Muitas pessoas me questionam do porquê não ter kendo nas olimpíadas, inclusive eu cheguei a conversar sobre isso com meu Sensei, isso antes da pandemia, pois desde que começou a pandemia os treinos cessaram e até o momento não treinamos mais. O Nipo onde eu treino é frequentado por idosos, então não conseguimos voltar com os treinos, porem continuo treinando em casa. Voltando para o porquê do kendo não estar nas olimpíadas, segundo meu Sensei, geralmente um esporte olímpico como, por exemplo, o skate tem patrocinadores e trazem as famosas marcas em seus uniformes, como Addidas, Nike, Puma e no momento em que conquistam uma medalha tem uma explosão emocional na comemoração, com gestos, palavras e até palavrões. Portanto, para o kendo é praticamente unânime entre os praticantes de que o esporte não se torne um esporte olímpico, eles não desejam isso, justamente porque no kendo, um dos principais objetivos é manter a tradição e a filosofia desse esporte.

Imagina, por exemplo você ter uma filosofia e vir de uma tradição associada ao respeito, ao caráter, a honra e ao alto controle emocional, e se propõe a participar de uma competição olímpica e ganhe do seu adversário, e explode em comemorações. Fora desse contexto, toda essa tradição “cairia por terra” como dizem, e fazendo aqui uma analogia para o nosso dia a dia, acontece que muitas vezes a gente não consegue exercitar uma prática mais justa, mais honesta das coisas que fazemos. No trabalho, por exemplo, quantas vezes tentamos puxar o tapete do colega? Quantas vezes acabamos falando mal do “cicrano” ou do “fulano” só para ganhar uma moral com outra pessoa e até uma “ apunhalada” em amigos pelas costas corremos o risco de dar, então eu vejo que essa tentativa do kendo, está muito mais associada em você manter o caráter, a filosofia interna, o respeito a tradição e não se “vender” um sistema onde seu emocional foge ao seu controle.

Trazendo esse contexto para nossa vida, acho muito importante porque convivemos diariamente com opiniões diversas, opiniões contrárias as nossas, temos vitórias e derrotas e infelizmente a vida não é um ANIME. Otakus do meu coração, não, você não vai aprender até o final do ano um poder novo e lutar contra uma gangue muito louca, não vai sair fogo da sua mão também, você não vai explodir, não vai conseguir fazer o KATON, não vai rolar isso. Sinto muito dizer, na vida quando você tiver que lidar com uma situação, um trabalho em equipe, você vai ter que lidar com outra pessoa que tem uma opinião contrária a sua e não vai ajudar em nada você tentar argumentar que a sua é melhor por isso ou aquilo, entende? Mantenha a serenidade, tente receber novas informações, não queime relacionamentos por conta disso, não ande sempre na contramão, pois sua equipe não vai ganhar nada com isso, pelo contrário, vai ser prejudicada. Pois, onde não existe vínculo emocional numa equipe, numa sociedade ela estará fadada ao fracasso, o ser humano é biopsicossocial, se no coletivo não conseguimos nos relacionar bem, essa equipe, sociedade, grupo, enfim, todos estarão fadados ao erro e ao fracasso, portanto, é sempre bom refletir: até que ponto a sua honra, sua filosofia interna vale menos que ouro, prata, dinheiro, status, quando você começar a pender para o lado de falar mal de alguém ou desejar fazer alguma espécie de mal para outra pessoa, lembre-se de seus princípios, daquela “parte interna”, da tradição que você recebeu como fundamento lá atrás e reflita: vale a pena trocar meu caráter, minha honra e meu respeito por pequenas vitórias?

Pense nisso!

Muito obrigado por você que leu até aqui, um abraço e até o próximo post!

Transcrição – Equipe Metaforando

 

“O CONCEITO DE KENDO

Kendo significa disciplinar o caráter humano através da aplicação dos princípios da espada (Katana).

OS PROPÓSITOS DA PRÁTICA DO KENDO

Moldar a mente e o corpo,

cultivar um espírito vigoroso,

e, através do treino correto e rígido,

ter por objetivo a melhoria de sua habilidade na arte do Kendo,

estimar a cortesia e a honra,

relacionar-se com os outros com sinceridade

e sempre buscar cultivar a si mesmo.

Isto vai permitir desenvolver a capacidade de:

amar seu país e sua sociedade,

contribuir para o desenvolvimento da cultura

e promover a paz e a prosperidade entre todas as pessoas.” (cbkendo)

 (O Conceito do Kendo foi estabelecido em 1975 pela All Japan Kendo Federation)

Você também pode gostar

1 Comentário

  1. I was excited to discover this website. I want to to thank you for your time for this wonderful read!! I definitely liked every part of it and i also have you book-marked to look at new things on your website.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em:Blog