Blog

DESCUBRA OS 9 MOTIVADORES DA MENTIRA:

Fala galera, beleza? Meu nome é Vitor Santos sou especialista em Linguagem Corporal, perito técnico das expressões faciais e criador do canal Metaforando. Hoje vamos falar sobre os motivos que nos leva a contar mentiras.

Você acha que a mentira é algo ruim?

Então me diga, você já mentiu em benefício próprio, mesmo que isso atrapalhasse os planos de alguém?

Você já mentiu pra ajudar alguém da sua família ou algum amigo, ou tipo quando toca o telefone e sua mãe fala: – “Diz que eu não estou!” ou “não é dela esse numero não, você ligou errado!”.

Existem vários tipos de mentira, pense agora nas quais você já contou, sim porque todos nós um dia, já tivemos que mentir em algum momento, e isso necessariamente não nos transforma em pessoas más ou pessoas oportunistas ou pessoas boas. Mas existem mentiras muito negativas como, por exemplo, você omitir uma traição, é uma mentira que pode prejudicar e muito, não só você como pessoas envolvidas. Porém existem mentiras que são capazes de ajudar outras pessoas, quer um exemplo? Você como o irmão mais velho e tem um irmãozinho que fez uma “arte” e vai apanhar, você vai lá e assume a “cagada” pra ele não levar umas chineladas, isso se você for um irmão camarada, senão você vai deixar o pobrezinho apanhar mesmo e vai ficar rindo dele.

Mas saiba que a mentira é um comportamento comum e natural do ser humano, algumas mentiras têm consequências negativas e outras não, mas mentir é tão comum quanto falar, conversar e quaisquer outras habilidades cognitivas e linguísticas do ser humano. Existem tipos de mentiras diferentes e com aplicações e consequências bem diferentes, após 50 anos de pesquisa o psicólogo americano Paul Ekman, que é o pioneiro nas pesquisas e analise de expressões e micro expressões faciais gerou um banco de dados com inúmeras informações sobre a mentira, analisando as principais motivações que os mentirosos de plantão tem quando vão contar uma mentira e resumiu de maneira geral 9 principais tipos de motivadores da mentira:

1 – EVITAR PUNIÇÃO: Esse tipo de mentira é mais comum nos homens do que nas mulheres e principalmente nas crianças, porque mentem pra evitar punição, de ser reprimido ao tomar advertência na escola ou uma nota baixa por exemplo, e até pra não brigar com a namorada as vezes omitimos coisas pequenas como ficar conversando com a professora bonitona de inglês no intervalo, sim omissão é um tipo de mentira.

2 – OBTER RECOMPENSA: Esse tipo de mentira é praticada para receber algo que não receberíamos caso não mentíssemos, isso é comum no mercado trabalho, as famosas Fake News, que facilita muito para quem quer passar uma informação falsa, ou colocar a culpa em alguém para receber uma recompensa no lugar dele, quer um exemplo? Na escola quando você quer ganhar a confiança da professora e “inventa” que outro aluno falou mal dela, com isso ela vai ficar chateada com ele, e claro, você ganha à confiança dela por ter contado aquela “mentira”.

3 – PROTEGER OUTRA PESSOA: Sim, proteger outra pessoa de algum tipo de punição, esse tipo de mentira é mais comum nas mulheres do que nos homens. Basicamente você mentir para proteger outra pessoa, como por exemplo, na escola quando a professora pergunta quem fez tal coisa? E mesmo você sabendo que foi seu amigo, responde a encarada dela pra você com uma desculpa de que não viu nada pra proteger seu amigo camarada e tem ainda aquela “salvada” no seu amigo que vai levar a bronca da namorada quando descobre que vocês foram num barzinho: “- Imagina! Nós em barzinho? Jamais esse dia ficamos jogando videogame como loucos e esquecemos do relógio.”

4 – PROTEGER OUTRA PESSOA DE DANOS FÍSICOS: esse tipo de mentira vai além da categoria, é quando nós queremos proteger realmente alguém de um dano físico, exemplo: você está numa festa e se depara com uma pessoa lá que não gosta nada de um amigo seu e pior, ainda está procurando “briga” com ele, dado um momento ele te aborda e pergunta, onde está fulano? E mesmo sabendo que seu amigo está no andar de cima ou no banheiro, você mente dizendo que não encontrou com ele naquela festa e diz até que talvez ele não vá pra evitar assim uma briga e seu amigo não sofrer danos físicos. Esse tipo de mentira também é comum em crianças, elas mentem pra ajudar os outros coleguinhas a não serem punidos de maneira física com umas chineladas.

5 – GANHAR ADMIRAÇÃO ALHEIA: quando uma pessoa mente pra obter benefícios em nível social à forma como ele vai ser visto por outras pessoas, essa mentira está associada a um critério do protocolo SCANS chamado S3, que está baseado na forma com as quais as pessoas percebem de como eu me visto, como eu coloco acessórios pra passar uma imagem, por exemplo, um crucifixo e se passar como uma pessoa religiosa, ganhando a atenção das pessoas por meio da manutenção da aparência, o Impression Management, ou seja, essa motivação da pessoa contar uma mentira e ganhar a admiração alheia, é uma rotina. Um ato recorrente em manipuladores sociais, sendo carismáticas porque acreditam que se elas conseguirem fazer você admirá-la mais fácil para conseguir oque elas querem, desde um abuso até um golpe. 6 – SAIR DE SITUAÇÕES SOCIALMENTE DESCONFORTÁVEIS: Bom esse é o famoso do cara que pensa que é seu amigo chegado (SQN):
“- Fala Vitor, beleza cara? Quero te convidar para minha festa vai set top e blá blá blá” (
mas você não quer ir de jeito nenhum) então diz:

“-Rapaz não vai dar mesmo eu …vou viajar”,
“- Mas eu nem te falei o dia”
 “- Quando será a festa?”
“- (dia tal)”
“- Ah eu vou viajar mesmo”
 
Basicamente quando a gente quer evitar algum tipo de embaraço social e não queremos falar a verdade acabamos mentindo.

7- EVITAR PASSAR VERGONHA: Esse tipo de mentira é muito comum em crianças e em pessoas com alto nível insegurança, por exemplo, uma criança que fez xixi na cama, quando a mãe perguntar porque a cama está molhada ela vai dizer que derrubou agua, ou saiu do banho molhada e sentou na cama enfim, vai mentir pra não se sentir envergonhada. Outro caso é quando a gente tropeça ou faz algo bem idiota como bater a cabeça no armário e você disfarça e dá varias respostas mentirosas pra não se sentir envergonhado.

8 – MANTER A NOSSA PRIVACIDADE: Esse tipo de mentira é quando você quer manter a privacidade sem demonstrar isso para os outros, às vezes estamos numa situação onde aquela pessoa é bem intima pra nos abrirmos, mas às vezes tem aquela pessoa que não é tão próxima pra você falar aquilo que você sente, mas você não quer magoá-la então acabamos mentindo inventando historias para não deixar a pessoa chateada e não perdermos a amizade. É o caso, por exemplo, de quando você toma algum tipo de remédio que socialmente é embaraçoso, ou realiza algum tipo de exame médico que pode ser socialmente embaraçoso de contar como a Colonoscopia.

9 – EXERCER PODER SOBRE OS OUTROS: Isso já está associado a um comportamento manipulador, mas basicamente é você mentir para conseguir exercer influência sobre outras pessoas. Esse tipo de mentira, infelizmente é muito comum e muito presente em casos de abuso infantil no qual os abusadores, mentem pra criança às vezes usando chantagens:” – Se você contar para os seus pais eles vão te abandonar e vão embora e você vai ficar sozinho”,
” – Se você contar pro seu pai e pra sua mãe eu vou ter que matar eles porque eles vão ficar bravos com você.” Ou seja, pessoas assim usam esse tipo de motivação da mentira para exercer poder sobre outros.  

Vale ressaltar que as pesquisas de Paul Ekman vão muito além dos 9 motivadores da mentira, ele tem em sua bagagem mais de 40 anos de pesquisas, ele e toda sua equipe do Paul Ekman Group e a EIA Group. Em resumo achei importante passar pra vocês esses 9 tipos de motivadores da mentira, para entendermos de uma vez por todas que mentira não é de todo só uma coisa ruim e que os mentirosos do bem existem por aí, vamos entender que mentira é apenas uma situação na qual nós possuímos conhecimento da versão verdadeira e por algum objetivo em mente omitimos aquela parte da historia pra contar da maneira que a gente quer que ela seja vista e percebida pelos outros.

Espero que vocês tenham gostado de entender mais sobre a mentira que não tem a perna tão curta assim. Até o próximo post pessoal!

Um abraço – Vitor Santos

COMO CONVENCER PESSOAS COMO UM LORD. Persuadir e liderar pessoas! Game Of Thrones.

Fala galera beleza? Aqui é Vítor Santos eu sou especialista em linguagem corporal e perito técnico das expressões faciais e criador do maior canal de linguagem corporal de “WESTEROS”, brincadeiras a parte, hoje eu vou falar aqui no blog do personagem Tyrion Lannister da série Game Of Thrones. Apesar de ter um pouquinho mais de um metro de altura e ser odiado e desprezado por tantas pessoas, o famoso meio homem, Tyrion Lannister, consegue persuadir e convencer várias pessoas a fazerem o que ele quer, tudo isso usando truques de psicologia e no caso dele, alguns truques bem baixos. O Tyrion, é o famoso anãozinho da série Game Of Thrones, ele é irmão do Jaime Lannister, e da Cersei Lannister, como já falei ele é um anão e em vários momentos da série ele é caçoado pelo fato de ser um anão, ele mesmo fala no primeiro episódio da série porque começou a não se importar com isso, e aceitar as diferenças e aprender conviver com essa diferença. A meu ver, essa cena mostra um mindset bem maduro “…deixe-me lhe dar um conselho, bastardo! – Nunca se esqueça de quem você é, porque os outros não vão! Use isso como uma armadura e então nunca poderão usar isso contra você!”. Ou seja se você aceitar uma limitação sua, um problema seu e usar isso como uma arma, ninguém vai poder usar isso para te atacar.   

Separei três momentos bem bacanas do Tyrion, na série para pontuar suas características e tentar mostrar aqui como as atitudes de persuasão deste anão é fera, o personagem é muito ninja mesmo, e as cenas ocorrem entre a primeira e segunda temporada. Vale destacar que ele é a mão direita do rei Joffrey na série, é muito bacana a interação dos dois, porque o rei Joffrey tem medo do anãozinho, e isso é impagável ver. Mas como ele consegue gerar esse senso de respeito e persuadir pessoas? Eu digo: com alguns pontos comportamentais de superioridade, uma lábia muito grande, mas especificamente, ele entende muito sobre emoções, Tyrion Lannister, sabe exatamente o que cada pessoa está sentindo, e como ele pode levantar emoções positivas e negativas e dependendo do contexto ele faz da forma que ele quiser para persuadir e manipular aquela pessoa que está abordando. Quero destacar então, alguns pontos bacanas de comportamento não verbal e mindset que você pode colocar em seu dia a dia se você quiser também persuadir e manipular pessoas.

O primeiro ponto é a linguagem corporal confiante, embora baixinho, você nunca vê o Tyrion Lannister andando de cabeça baixa, de peito projetado para dentro, ao contrário, ele sempre está com o peitinho “estufadifadinho”, cabeça elevada, os braços ao longo do corpo, não fica de braços cruzados, mãos no bolso. Até porque cruzar os braços e andar de cabeça olhando pra baixo, com o peito pra dentro, passa uma ideia de insegurança e dificilmente uma pessoa vai confiar em você se ela perceber que você não tá passando segurança, nem mesmo naquilo que você está falando, além da postura da cabeça, uma outra coisa que ele faz é falar em alto e bom tom, pronunciando bem cada palavra, com uma articulação muito boa, isso dá impressão de que ele tem domínio de tudo o que está falando e novamente,  isso gera mais confiança pra quem está ouvindo.

Segundo ponto Mascarar a emoção de medo com humor, dificilmente você vê o Tyrion Lannister na série ficando com medo e gritando de pavor, ao invés disso ele usa do sarcasmo e bom humor, ele faz piadas e isso até mesmo em situações terríveis como, por exemplo, quando  um grupo bárbaros fazem uma emboscada para ele e o camarada dele, no momento que estão quase pra levar o golpe fatal, os bárbaros pedem pra ele dizer algumas palavras  e perguntam : ” – Como você quer morrer anãozinho de M…. ?”. E Tyrion que tinha só um cara pra cobrir a guarda dele contra um grupo de bárbaros debilóides prontos para mata-lo, faz uma piada respondendo: – “Quero morrer velho, barrigudo e com uma garota em minha cama”, os caras dão risada cortam a ação e assim ele consegue escalar um comportamento que era vida ou morte para uma conversa.  Por trás disso, mascarar a emoção medo com alguma emoção associada ao humor, sarcasmo e ironia podem  gerar  respostas positivas, porque o medo libera três situações o famoso:  free, fight or flight, ou seja,  congelar,  lutar ou fugir. Essas três situações não colocam você no modo racional, porque liberar emoções positivas como por exemplo, a dopamina e a endorfina, de uma boa piada e de uma risada bacana, pode te deixar um pouco mais calmo e menos atônito, isso vai te permitir racionalizar para tomar a melhor decisão naquele momento. As vezes isso acontece quando as pessoas querem te testar emocionalmente, especialmente se você estiver em uma negociação, e se você não responder emocionalmente como eles esperam, eles entendem que eles precisam te colocar em estado emocional, e consequentemente eles perdem o racional e acabam entrando no estado emocional. Nesse mesmo contexto na série, na situação acima que citei, o bárbaro provoca o Tyrion, chamando de anãozinho, perguntando como ele quer morrer, mas nessa hora ele faz uma piada e consegue controlar a situação, o bárbaro perde a razão e assim o Tyrion consegue manipular o cara e mostrar que ele estava errado.

O terceiro ponto Saber exatamente o que cada pessoa quer, e se adaptar a linguagem da pessoa que você está abordando. Em vários momentos, quando ele está conversando com as pessoas, por exemplo: com esses bárbaros, quando Tyrion, tem que persuadir um bando de soldados lutarem para defender uma cidade do reino, ele sempre sabe o que cada pessoa está sentindo, ele sabe exatamente o que cada pessoa quer. Quando Tyrion é emboscado por esses bárbaros a primeira coisa que ele tenta falar já de praxe é da suas posses: “– Eu tenho ouro você sabe, um Lannistar sempre paga suas dívidas, eu vou te pagar, vou te dar riquezas.” O bárbarointerroga-o: “- E você está com algum dinheiro agora?” E Tyrion, responde: “- Não tenho dinheiro, eu não vou viver de promessas! haha Eu vou te matar!”. Vejam, ele jogou uma isca, não era o que o bárbaro queria naquele momento, não tocou nem um pouco no emocional dele,  só que nessa hora os bárbaros começam a contar que eles se sentiam revoltados com os outros cavaleiros do vale daquele local que eles estavam , esses cavaleiros quiseram tomar o lugar pra eles, e assim foram reclamando, contando e enfim Tyrion, percebe aquilo e muda o jeito dele de falar com os bárbaros, saindo da maneira formal dos comentários de que possuía ouro, terras e riquezas e começando a falar demonstrando que estava enxergando a “dor” deles, dizendo que os ajudaria a fazer daquele vale um lugar melhor se eles os levassem  são e salvo até sua casa, prometendo a eles que o vale iria pertencer aos verdadeiros donos: “-A VOCES!”. Pronto, bateu na “dor” do cara, falando exatamente o que os bárbaros queriam ouvir no linguajar deles, matar bicho, arrancar à pele e tudo aquilo que o vale poderia proporcionar a eles. 

Portando observem: saber se adaptar a linguagem corporal, alterar ao estilo verbal, ao tom vocal, falar mais alto ou mais baixo, mais rápido ou mais devagar, dependendo da pessoa que você aborda mostra que você tem um equilíbrio muito bacana e consegue sintonizar. Tem pessoas que estão em outra sintonia, e isso mostra que Tyrion, tem uma noção gigantesca, uma consciência corporal gigante, dele e das pessoas com quem ele está conversando e projeta a emoção e visualização na fala. Basicamente o que Tyrion, faz uma vez que ele entende qual é a moeda de troca da pessoa, se ela quer negociar cabra ou se ela quer um “vale” ou se  ela quer ouro, ele começa a projetar e a projeção pode ser utilizada como um simples Storytelling, ou seja,  você conta uma história envolvendo seu “cliente” ou “oponente”,  colocando essa  pessoa em estado emocional e quanto mais emotiva ela ficar, mais as regiões do sistema límbico, como por exemplo, a amígdala e o giro do cíngulo anterior, vão orientar o foco daquela pessoa apenas pela emoção, isso significa que a razão dela vai cair, ficando mais fácil de você induzi-la e ela acatar suas ordens.

Em uma cena da série tem o momento que Tyrion, está guerreando, sim está estourando uma guerra ali na entrada do king’s landing e os soldados da guarda estão exaustos, e não querem mais lutar, estão querendo ir embora, desistirem e aí aparece o Tyrion, que é responsável pela guarda real para motivá-los. É uma cena engraçada, os soldados dão risada dele, afinal ele é um anãozinho, mas ele sobe lá e fala eu – “Vou liderar o ataque! “, e aí ninguém leva ele a  sério, ninguém mesmo! mas  só que aí entra a parte de “bater na dor”, ele sabe o que dói naquelas pessoas, então ele diz: -“ Não lutem pelo seu rei porque ele não está aqui pra ajudar vocês, não lutem pelo reino porque vocês não vão poder aproveitar nada dele, não lutem por riquezas nem por glórias porque vocês não irão desfrutar de nada disso e o nome de vocês não será lembrado, é no portão de vocês que esses soldados, ali estão batendo, se eles entrarem aqui é na casa de vocês que eles vão atear fogo, e são as mulheres de vocês que eles vão roubar e estuprar”. Pronto!  A galera que não queria lutar, não queria salvar um rei e um reino em decadência. Opa! Se ligam e pensam; “Verdade como que vai ser, se o cara matar minha mulher meu Deus! E se incendiarem minha casa que levei tanto tempo para construir”. Novamente ele mexeu na emoção daquilo que importava, para aquelas pessoas. Isso numa uma negociação faz com que você consiga persuadir e manipular um exército.

..Tem homens corajosos batendo a nossa porta! Vamos mata-los!”  Ouve-se nesse momento um grito de guerra de todos os soldados se unindo e se mostrando fortes, dispostos a vencer!

O último ponto leitura excessiva, desde o começo da série você vê que o Tyrion, está sempre lendo alguma coisa, pesquisando, conversando com pessoas se informando, ele é um cara culto. Pesquisas mostram que quanto mais você estuda e quanto mais você aprende vários assuntos de diversos seguimentos, mas você consegue mudar o seu estilo de jogo. Quando você está numa estratégia, por exemplo, o homem mais rico do mundo, o criador da Amazon, dizem que ele lê em média cinco livros por mês, quanto mais você lê, mais material você tem pra criar várias estratégias e assim conseguir manipular as pessoas e chegar em seu objetivo. Portando meu lema: Leia mais!

Bom galera espero que vocês tenham gostado dessa maneira de usar um personagem para falar com vocês sobre persuasão e liderança.

Obrigado e até o próximo post. Valeu!

(Linguagem Corporal -By Metaforando)

Como Detectar Mentiras por Mensagens/Whatsapp

SER ENGANADO POR MENSAGENS NO WHATSAPP? NUNCA MAIS!

Olá pessoal tudo certinho com vocês? Hoje vou falar sobre um assunto deveras interessante para a maioria das pessoas. Será que é possível detectar mentiras e traição por mensagens de celular?

Sim! É possível descobrir mentiras da traição por mensagens no celular, mas vamos com calma, a primeira coisa importante é lembrar de que uma análise de linguagem corporal tem mais precisão, pois quanto mais canais você utiliza para a análise mais precisa ela fica, certo? É por isso que o protocolo SCANS cobre 6 canais.

E quando for uma mensagem de celular? Vejamos, se for uma mensagem de texto e tiver um áudio também você poderá contar com mais ou menos três canais, então é bom ter isso claro, de que a sua análise somente com esse material do celular; a mensagem, vai ficar um pouco defasada, pois você não estará cobrindo os 6 canais, você não vai ter, por exemplo, a visão facial nem o gestual da pessoa, você terá  a mensagem de texto e voz,  mas mesmo assim dá pra utilizar umas técnicas bem precisas para detectar esse comportamento desonesto até pelo whatsapp, acredite!

SENTA QUE LÁ VEM A HISTÓRIA!

O primeiro ponto que devemos nos atentar ao ler essas mensagens é o seguinte; o mentiroso, a primeira “coisa” que ele trabalha numa mentira, ou seja, quando ele quer realmente passar a impressão de honestidade, é a historia dele, então ele vai contar a história de vida dele, ele vai querer deixar essa história mais verdadeira possível entende? Pensando nisso pra que você “pegue no flagra”, a pessoa que você está tentando analisar, se esta te enganando nas mensagens do Whatsapp, será preciso que você a conheça bem e que você tenha um registro da linha de base dela, pelo menos de como ela fala com você no celular, antes mesmo de você começar a desconfiar dela (é necessário entender se essa pessoa está expressando algum sinal que realmente possa ser analisado, ou é o “natural” da pessoa, sem significados mais profundos). Se ficar em dúvida volte algumas mensagens de dias atrás e veja como essa pessoa falava, se ela era uma pessoa que mandava mensagem compridas, muitas mensagens, varias vezes ao dia ou suas mensagens eram curtas e grossa? Tipo: “sim”, “não”, “humhum”, “gostei” ou era uma pessoa que mandava apenas uma mensagem textão?

 CONHECENDO AS FERRAMENTAS CERTAS PARA O “PEGA NA MENTIRA”!

E por que é importante você saber isto? Porque geralmente quando as pessoas alteram a forma padrão delas de te responder isso pode significar que aconteceu alguma coisa ali, pelo menos uma alteração emocional não que seja especificamente mentira ok?  Mas é bom ter essa linha de base dela em mente, dito isso você também vai observar três canais do protocolo Scans pra esse tipo de análise: S -V- C, vou explicar como isso se aplica:

  • Styles of Interaction
  • Voice  
  • Content of verbal message

Primeiro canal (S), basicamente no S você vai observar o estilo da pessoa, se ela está falando mais rápido, mais devagar, se do nada ela começou a mandar mensagem. É interessante observar, primeiro ponto: o fluxo de tempo nas mensagens, por exemplo, se a pessoa sempre responde assim que você manda para ela a mensagem, você manda e ela responde, você manda e ela responde, mas no momento que você faz uma pergunta do tipo: “Onde você estava ontem em tal horário?”, “Você saiu com tal pessoa?” ou “Você ficou em casa ontem?”. Naquele momento específico da conversa a pessoa demora em responder, isso pode ser um ponto suspeito de alteração do estilo. A chamada alteração em S, e o segundo ponto em estilo de interação no canal S, é a quantidade de mensagens, mais uma vez se ela é uma pessoa que sempre responde com vários: “hahaha”, “kkk” e você faz uma pergunta sobre esse assunto em específico e ela “trava”, não responde mais nada, responde apenas um “sim”, “não” ou com “joinha”, desconfie. Terceiro ponto ainda em S, é RESPOSTAS EVASIVAS que basicamente responder sem responder, ou seja, você pergunta alguma coisa para pessoa e ela responde outra coisa, ou ela responde com uma outra pergunta, ou ela simplesmente não responde aquilo que você perguntou e entra num assunto novo. As EVASIVAS são pontos extremamente problemáticos, por exemplo, você perguntar para uma pessoa que você está ficando, se ela está se envolvendo com outra pessoa e essa pessoa vir com respostas do tipo: “hahaha você é louco da cabeça heim?! então me diz uma coisa o quê que você vai fazer sexta que vem?”, ou seja, a pessoa cortoutotalmente a pauta, pode ser um ponto desuspeita sim e vale ficar atento.

Segundo canal (V), de observação V, voz, e isso é específico para áudios, basicamente a gente tem o primeiro critério que é o volume vocal, ou seja, se você sabe que essa pessoa sempre manda áudio, é bom saber como que é o volume padrão dela, fala alto, baixo, rápido é tranquilo? Os áudios estão “rolando”, “Fala aí como é que tá a beleza cara?” e em determinado momento você pergunta uma coisa e a pessoa desconversa “não… não… então eu… eu gostei disso cara foi legal”, pois essa alteração de volume vocal especificamente as quedas de volume vocal podem ser também potenciais sinais associados à dissimulação, e quando a pessoa percebe captação do algo que ela não concorda, uma tendência subconsciente é diminuir o volume vocal, aquilo que não concordo muito geralmente eu falo um pouco mais baixo. Segundo ponto no canal V, é o TOM VOCAL, a gente entende na linguagem corporal que quando temos um pico de ansiedade isso pode estar geralmente associado à mentira e quando fabricamos a ansiedade momentaneamente, uma das tendências são a contração muscular e as pregas vocais que também são músculos, quando elas se encontram a gente fala mais fino, quando uma pessoa que tá mentindo em um determinado momento, ela vai contar uma mentira ela fala um pouquinho mais fino, então é melhor ficar atento a isso também, e se você observar principalmente queda no volume vocal e o tom da voz ficando mais fino, provavelmente essa pessoa estará tentando dissimular para cima de você.

Por último temos o canal C, conteúdo da mensagem verbalizada, primeiro ponto a destacar é o afastamento verbal, ou seja, quando a pessoa que está conversando com você do nada num contexto do whatsapp responde de maneira afastada. Então imagine uma pessoa próxima e vocês estão num assunto ali bem bacana, vocês sempre conversam assim de maneira mais intimista e de repente você faz uma pergunta X e essa pessoa fica extremamente formal tipo:” Não, olha só, veja bem não tive essa Intenção, não foi o que aconteceu não foi essa situação tal qual eu observei, blá blá blá “. Nossa, caramba você só perguntou se o cara viu a suanamorada na festa e respondeu dessejeito estranho? Lembrando que sempre bomter registro da linha base dessa pessoa e se ela já falou assim formalmente em outros momentos na sua linha de base padrão.

O segundo ponto em C é o potencial ATOFALHO, muitas vezes a pessoa está falando e ela não consegue se controlar e acaba expressando uma espécie de ato falho. É quando “sem querer”, ela acaba revelando algo que ela concorda e acredita, e é isso a pessoa se controla para não falar, o que ela acredita e, OPA! Escapa e acaba falando. Então nesta hora só nos resta dizer: Amigo, você foi Metaforado!

 Bom galera, então a dica de hoje é essa, foi uma dica básica sobre como detectar mentiras pelo celular/whatsapp, vale lembrar que não existe sinal da mentira, mas sim alguns pontos que podem aparecer durante mensagem que somando os canais chegamos a conclusões de incongruências, eu espero ter ajudado e que vocês tenham gostado, até breve! Valeu!

Um abraço – Vitor Santos

OS 5 SINAIS DE UM LADRÃO ANTES DO ATAQUE

Olá pessoal tudo certo com vocês? Hoje vou falar como detectar sinais de Linguagem Corporal de uma pessoa violenta. Um bandido, um ladrão, um criminoso uma pessoa que quer te roubar ou quer cometer algum um tipo de violência contra você provavelmente vai demonstrar sinais corporais antes de cometer esse ato, fique atento a estes sinais.

Vamos para um assunto um pouco mais sério que é o comportamento violento no dia a dia, no cotidiano, geralmente desempenhado por pessoas que querem te atacar de alguma forma usando de violência física, violência sexual ou pessoas que querem te roubar, te assaltar fazendo uso da força.

Acho importante dizer que sempre que um criminoso em potencial tem o alvo e trava a mira em você o corpo dele vai começar a reagir para que ele possa encarar a situação de atacar, enfim ele vai precisar de hormônios como a adrenalina, cortisol e noradrenalina e isso vai trazer à tona nele algumas alterações não só fisiológicas mas também corporais que podem ser observadas por você minutos antes do ataque.

Eu reuni aqui 5 possíveis sinais de alerta que podem ocorrer e geralmente com uma frequência bem grande quando nós temos um contexto de violência cotidiana, quando você estiver caminhando pelas ruas, ficando bem atento aos seus arredores, o que eu espero que você sempre faça, Então você deve observar esses cinco sinais quando perceber um comportamento estranho em alguma pessoa que está por perto, fique em alerta e bem atento, se possível entre algum local onde tenha várias pessoas, um local movimentado e se conseguir fique próximo a autoridades policiais.

  1. O primeiro sinal, os olhos e a cabeça:  geralmente quando alguém quer praticar a violência premeditada ou quando alguém quer te assaltar a primeira preocupação dessa pessoa é se ela vai ser pega, então um dos primeiros sinais que um criminoso pode demonstrar antes de te abordar é olhar com grande frequência por cima dos ombros ou olhar em volta, então a cabeça dele vai começar a se movimentar horizontalmente girando para os lados os olhos vão começar a procurar em volta, exatamente isso, ele quer se certificar de que ninguém está vendo o que ele está fazendo.
  • O segundo sinal, o olhar direto:  esse tipo de comportamento de ficar olhando em volta é frequentemente intercalado com o olhar direto, em OCULÉSICA  a ciência que estuda as direções do olhar e as zonas de interesse visual é falado que os olhos descreve o meu interesse pessoal então isso é muito observado como por exemplo quando um homem vê uma moça bonita ele vai olhar para as pernas dela e em outras partes do corpo dela observando o que chamou mais a atenção dele, do interesse dele e isso acontece também quando você entra numa loja e tem vários livros vários filmes, logos os seus olhos vão direto naquilo que você se interessa mais, então se no meio da multidão uma pessoa começar a olhar diretamente para você várias vezes ou olhar sustentadamente significa que ela tem um interesse a mais em você isso funciona na paquera também.  Porem se esse olhar foi intercalado com olhadas por cima dos ombros e a cabeça se movendo lateralmente, a pessoa olha pra você, olha para os lados, olha pra você de novo olha para os lados muito provavelmente ela está se certificando de onde você está, porque você é uma vítima em potencial é o alvo dela e se ela está segura para poder atacar.
  • O terceiro ponto, o ombro: o famoso turtle-effect, que é o tencionamento bilateral dos ombros chamado de efeito tartaruga ele é utilizado muitas vezes na tentativa psicológica de se esconder. O indivíduo que quer cometer um crime fica olhando em volta varias vezes, mas ainda está um pouco inseguro e ele quer ter certeza de que ninguém está percebendo o que ele está fazendo então é comum que esse indivíduo comece a tencionar a musculatura do ombro, olhar em volta, começar a esfregar as mãos, tencionar mais os ombros e olhar pra você, e se você observar esse tipo de comportamento em um estranho que está te olhando diretamente fique atento.
  • O quarto sinal mãos: geralmente os gestos de uma pessoa queestá pensando em atacar podem variar deduas formas eles podem ser gestosmanipuladores ou seja a pessoa vai começar arrumar a própriaroupa , começar a esfregar asmãos a bater com a mão na perna, arrumar a calça, coçar a cabeça e isso acontece principalmenteporque quando a gente está ansioso paraexecutar alguma coisa algum movimentofísico, hormônios como a adrenalina vãopara as extremidades dos nossos membrosou seja para os nossos dedos para as nossasmãos e esse formigamento, esse excesso de fluxo sanguíneo também vai para as extremidadesdas mãos e começa a gerar a necessidade demovimento, junto com esses temos outros sinais o olhardireto também deve chamar sua atenção e você deve ficar atento e ainda um outro tipo de sinaltambém pode acontecer com as mãos de umcriminoso é a necessidade de que ele tem de escondê-las, o criminoso  pode pensar que ele guardandoas mãos para trás ou cruzando o braço ou enfiando as mãos dentro do bolso ou apenasfechando-as, tensionando as mãos  em volta estará escondendo as intenções dele, repito atenção é muito comum um criminoso antes de atacar enfiar as mãos no bolso, olhar em volta , fechar as mãos e colocar pra traz, fique muito atento também esses sinais das mãos.
  • O Quinto e último temos a Proxêmica: é a ciência que estuda a forma que a gente utiliza a distância entre outra pessoa para comunicar uma ideia, basicamente um mentiroso quer  garantir de que você não vai fugir dele e que ele vai conseguir atacar, muitas vezes esse criminoso pode tentar te contar uma mentira primeiro vai usar a famosa frase de abordagem usada por eles “amigo por favor que horas são?”  ai você vai perceber uma diferença entre ele e um mero civil que é a distância usada para esta abordagem, ele não vai ficar longe de você e não vai fazer a famosa distância social, que é de um metro e meio aqui no Brasil definido como distância pública, distância social, ao contrário ele vai sempre tentar chegar um pouquinho mais perto e geralmente intercalando com olhadas por cima dos ombros e vai ficar bem perto de você e assim vai conseguir te manipular te deixando sem reação de defesa, de reflexo você não vai ser capaz de executar nenhum movimento, o certo nessas situações sobre sua defesa pessoal é sempre esticar o braço ficar numa posição favorável de uma certa distância, meia de guarda para que você possa impedir que ele se aproxime, “ pode para ai”! Nunca deixar o indivíduo chegar próximo de você ou qualquer pessoa desconhecida que seja, porque se ela agir ainda mais com uma má intenção nem mesmo a sua ação, seu reflexo orgânico não vão ser suficientes para responder e deter esse indivíduo.

Bom pessoal espero que esse assunto venha agregar ao seu conteúdo e te ajude a ficar mais alerta aos sinais de perigo que todos estamos sujeitos em nosso dia-a-dia.

Vitor Santos

COMO LER, ESTUDAR E SE EXERCITAR MAIS RÁPIDO?!

Olá, tudo bem com vocês? Quantas vezes já desejamos ter um método pratico simples e rápido para nos exercitar e ainda adquirirmos mais conhecimento dentro de nossa rotina.  Você sabia que a oxigenação do seu cérebro pode ser potencializada caso você se exercite? E com um cérebro oxigenado você pode ler no mínimo três livros por mês?  Entenda como isso é possível!

COMO ENCAIXEI EXERCICIOS NA MINHA AGENDA, HIPER, APERTADA!!

Falando um pouco da minha rotina que é bem corrida, vou contar pra vocês como é que atualmente eu consigo estudar mais e ler mais de maneira prática e fácil. Basicamente eu leio uma média de quatro livros por mês, enquanto leio vou me exercitando e confesso que isso tem funcionado muito bem pra mim, se encaixou direitinho em minha rotina, então resolvi compartilhar com vocês.

Minha agenda é bem estreita com muitas tarefas diárias que vão desde preparar os vídeos para o canal, e isso inclui; pesquisar, ler referencias, montar um roteiro, aplicar a metodologia Scans nas análises dos vídeos, sim porque é uma análise científica! Depois vem a parte da gravação, edição e postagem no canal METAFORANDO. Inclui também os casos judiciais que eu trabalho pesquisas científicas que eu auxilio ou presto consultoria e algumas que sou convidado a participar. (como por exemplo, uma pesquisa da FEPS realizada pela Mackenzie em São Paulo) Tem também os cursos que ministro, presenciais e online as palestras, minha vida pessoal e claro meu casamento, meus cachorros, enfim, é complicadíssimo arranjar tempo no meu dia a dia para ler um livro e principalmente para me exercitar.

UMA ESTRATÉGIA DE RESULTADOS SURPREENDENTES

Eu realmente precisava pensar em uma estratégia que me ajudasse a cumprir minha agenda e ainda conseguir ler e fazer algum exercício físico foi aí que:….EURECA! Eu tive uma brilhante ideia, resolvi então juntar as duas ações, minha caminhada com a leitura, e acredite,  consegui fazer as duas com  qualidade, tanto consigo prestar atenção no que eu estou lendo (Áudio Livro) , quanto me exercitar e tem um ponto  aqui que  é importante dizer, quando eu comecei esse método eu pesava 94 quilos e meio mais ou menos e eu tinha uma média de leitura de um livro e meio por mês, mas com essa estratégia aplicada em minha rotina.  Hoje em dia minha média de leitura é de 4 a 5 áudio livros por mês e estou com 89 kg o resultado começou a aparecer bem rápido, coisa de dois três meses e foi bem tranquilo.

Veja que meu foco a princípio não era perder peso, mas essa prática acabou me ajudando nisto também, eu precisava ler e vale dizer aqui que estou longe de ser o “arauto” da leitura ou um “coach” que vai te ensinar o método infalível de como ler mais livros em um mês e se exercitar ao mesmo tempo e blá blá blá, não! Estou apenas contando um hábito que eu adotei e na minha vida funcionou e pode funcionar na vida de vocês também, caso desejem aplicar.

COMO ADOTEI ESSA PRATICA

 Agora vou contar como que eu fiz isso, essa junção entre exercícios e “áudio leitura”, bem  basicamente minha rotina começa as 6:00hs acordo, tomo um suco, troco de roupa e vou para  caminhada aqui próximo de casa e faço um percurso de uma hora caminhando e durante  o trajeto inteiro vou ouvindo um áudio livro através de um aplicativo que baixei no celular “ Audiobook “ , simples assim e você vai se rendendo a leitura enquanto caminha, as vezes fazendo caras e bocas por conta das histórias rsrs Garanto a você que é  uma forma sensacional de fazer o tempo passar rápido e cumprir com louvor sua tarefa diária de exercícios .

COMO ASSIM? AUDIOLIVO É SHOW DE BOLA?

  Mas aposto que vocês já estão pensando assim “ah mas áudio livro não é mesma coisa que ler”.  Alto lá, porque  isso é um contexto bem discutido, inclusive no livro Finish do Jon Acuff  o autor comenta isso esclarecendo que, o que conta muito nesta escolha de “leitura”  é o jeito que você “lê” o áudio livro, se você realmente só ouvir enquanto multitarefas, ou seja, ler fazendo várias outras coisas você não vai prestar atenção em nada. Isso já é  comprovado cientificamente, quando a gente somente “ouve” um determinado assunto,  nós retemos  cerca de vinte a trinta por cento do que é falado no máximo, por isso escolhi  primeiramente esse horário da manhã pois esta hora o trajeto normalmente é  vazio, quase não tem ninguém caminhando eu não paro pra conversar com ninguém caso encontre e também não me distraio com nada, e segundo que é um trajeto que eu já estou familiarizado para o meu corpo executar esse trajetos no modo automático e  terceiro ponto o exercício não é complicado observe que não é preciso um protocolo de ações complexas  é apenas  andar por uma hora só isso,  não tem carro que corta ali o trajeto  eu não tenho que parar para conversar com ninguém é só realmente mover uma  perna depois da outra, respirar corretamente e bora lá para uma hora de qualidade em exercícios e leitura. Isso facilita para que eu consiga absorver bastante do que eu estou ouvindo em paralelo quero destacar que eu ouço apenas livros em inglês, raramente eu ouço algum livro em português até mesmo porque na “ Audiobook”, você não vai encontrar livros em português é majoritariamente em inglês, e isso na minha opinião com essa prática também consigo treinar o meu inglês e neste aplicativo que uso o que eu acho bacana, é que os livros geralmente são lidos e narrados pelo próprio autor e muitas vezes você ouve ali uma explicação do autor e nas palavras dele fica mais fácil de entender do que lendo o livro físico em si.

NÃO PERCO NADA!  APROVEITANDO O PÓS-TREINO

 E agora o ponto principal que eu acho que me faz “ler” muito bem o áudio livro e que quando retorno  para casa faço um resumo do que eu ouvi nessa uma hora de caminhada, e o resumo é importante principalmente para você reter muito mais do que você está  “lendo”, “ouvindo”, absorvendo,  se você ouve, escreve e  faz um desenho, como eu costumo fazer,  você vai usar várias partes do cérebro associadas à memória e ao processamento da criatividade e da lógica que vão deixar aquele conteúdo pelo menos setenta por cento a mais retido na sua memória  então basicamente essa é a minha rotina matinal eu separo três livros que é a minha meta de livros em áudio para ouvir por mês e também um livro físico para ler. É assim que eu consigo ler entre quatro a cinco livros por mês e realmente absorver o conhecimento de forma que funciona e não apenas deixar “entrar por um ouvido e sair pelo outro”.  Agora vocês devem estar pensando “Ele é o Batman” rsrs … Beleza galera espero que vocês tenham gostado das dicas e estratégias e espero que possa ajudar a vida de vocês!! Bora metaforar e exercitar!

Como “Psicopatas” te manipulam?

Olá, tudo bem com você? Já se perguntou alguma vez se alguém que você conhecia era um/uma “psicopata”? Já sentiu algo estranho quando conversou com determinada pessoa? Como se ela fosse perigosa ou apresentasse algum perigo pra você? 

Quem nunca teve crush ou contato com alguém “tóxico”?

Na matéria de hoje, não vamos falar especificamente sobre psicopatia, pois é um assunto que diz respeito diretamente a psicologia, porém, falaremos sobre sinais que pessoas manipuladoras ou até mesmo dotadas de transtornos antissociais, podem apresentar (fique atento aos sinais e evite se aproximar de pessoas assim). Vamos lá!

“Não, eu tô certo! Faça isso!”

VOCE JÁ SE DEPAROU COM AQUELE TIPO DE PESSOA QUE ACHA QUE É DONA DA RAZÃO?

Pessoas autoritárias ou que sempre querem mandar, podem fazer isso para manipular a situação e consequentemente manipular você (muitas vezes, te prejudicando).

Pois bem, posso afirmar que pessoas autoritárias podem nos causar mal, nos fazer sentir impotentes, porém se detectarmos esse sinal rapidamente, podemos evitar logo no início da nossa relação que elas tentem nos manipular.

MAIS PERTO DO QUE VOCÊ POSSA IMAGINAR

Você já se deparou com aquele tipo de pessoa que acha que é dona da razão? Aquela pessoa que pensa que manda em tudo, pode fazer e desfazer e “ai de você” se não obedecer a essa criatura, ela fica brava.

Você já deve ter convivido com alguém assim, infelizmente.  Mas atenção, a não ser seus pais (em alguns casos, nem eles), NINGUÉM deve ter o direito de falar pra você o que deve fazer ou não e ainda mais fazer isso de forma autoritária. Mas porque é que muitas vezes a gente conhece aquela pessoa que sabemos ser autoritária, manipuladora, e ela manda fazermos algo que não queremos fazer aí acontece que na maioria das vezes parece estranho discordar daquela pessoa naquele momento e se negar a fazer que ela mandou? Você já passou por isso? Se sentiu meio estranho e talvez até ficou com medo de se negar a fazer aquele pedido? 

Às vezes um simples pedido para sair ou para ir a um lugar, para fazer uma coisa ou pegar um negocio pra ela, você não quer fazer, mas acha estranho discordar daquilo? Pois é isso acontece e o nome disso é; gatilho de submissão ou comportamento submisso e felizmente como somos nós mesmos que nos colocamos esse gatilho, nós também podemos evitar que esse gatilho de submissão ocorra e que outras pessoas possam nos manipular.

Pessoas que te inferiorizam são altamente manipuladoras. Cuidado!

OS TRAÇOS DE PESSOA MANIPULADORA

Eu vou agora exemplificar como esse gatilho de submissão ocorre com um caso real envolvendo uma pessoa com transtorno anti social, um criminoso, assassino em série popularmente conhecido como psicopata; o serial Killer Tiago Rocha de Goiânia, o famoso “assassino da moto”. Ele matou mais de 30 mulheres entre os anos de 2012 até 2014, neste caso observei a forma com que ele se comportou em uma entrevista de TV. Agora vou pontuar como que aos poucos uma pessoa manipuladora vai “mandando” em  você sem que você perceba.  E fique atento porque tudo isso que eu vou falar agora é aplicável para qualquer pessoa em qualquer hora de qualquer lugar, ou seja, no seu trabalho na sua faculdade ou em casa, festa de família ou relacionamentos pessoais porque as pessoas manipuladoras podem estar em todos os locais de seu convívio e você pode usar as técnicas que vou passar (e observar os sinais que vou te mostrar) para se livrar delas.

Entrevista de Thiago Rocha, para a TV (Rede Record).

NECESSIDADE DE CRIAR AUTORIDADE:

E a primeira coisa que pode nos alertar sobre uma pessoa manipuladora é perceber a necessidade que ela tem de criar uma imagem de autoridade, ela precisa que você acredite que ela (a pessoa manipuladora) é superior para então, poder mandar em você. Dificilmente uma pessoa manipuladora vai chegar mandando em você do nada, dando uma ordem do tipo; “vai pra lá eu estou mandando!” Mas em casos onde a pessoa é mais dissimulada, um pouco mais capciosa por assim dizer ela vai comendo pelas beiradas, dificilmente ela chegará a você gerando uma autoridade brusca, porém ela tem conhecimento de que há essa necessidade. 

Então ela vai começar a fazer pequenos atos que aparentemente vão parecer sem sentido ou corriqueiros pra você,  mas para ela é uma forma de já ir estabelecendo inconscientemente (em você) que ela é superior, de que “ela manda” Como por exemplo; entrar na sua frente e pegar alguma coisa antes de você pegar, buscar pra você algo como um café ou suco, alguma coisa qualquer que você não pediu, e mesmo quando você fala ‘não obrigado’ ela vai e fala: “não toma aqui”, e coloca aquilo na sua frente  sem o seu consentimento. Outros exemplos seriam; falar um pouco mais alto que você ou te cortar no meio da conversa, se desculpando dizendo que não percebeu ou seja, atos triviais que a princípio são normais do dia a dia e que as pessoas fazem sem querer te manipular. Porém você deve observar a frequência com que esses sinais, essas atitudes ocorrem e com quem, se é só com você ou com várias pessoas, porque geralmente as pessoas manipuladoras tentam manipular a todos mas também tem alvos específicos, ela vai fazendo uma calibragem para ver quem é mais submisso e então ela define seu alvo. Por isso preste muita atenção; isso acontece uma vez com você? acontece duas? três? fique atento aí!

GATILHOS DE COMANDO:

E a segunda coisa a destacar é que esse comportamento dela de “simples pedidos” vai escalar para o tipo de comportamento associado a pedidos autoritários como por exemplo do nada ela começa a pedir um simples copo d’água, e de um copo d’água vai pedir para você comprar algo, vai pedir pra você pegar um negócio aqui outro ali, chega a te interromper no meio do trabalho só para você ouvir ela falar. Observe que a ideia na cabeça de uma pessoa manipuladora  é estabelecer um princípio entre “ordem dada” e “aceitação da ordem” na hora, ou seja, eu mando (em forma de pedido) e você obedece! E assim ela vai fazendo isso por algum tempo e vai repetindo esse processo várias vezes pedindo com uma voz mais leve e inofensiva: “faz isso pra mim, por favor amigo dá uma passadinha lá cantina só pra ver se eu esqueci um negócio lá.”

O interessante é observar o momento que esses pedidos acontecem e geralmente é quando tiver um grupo por perto, isso é para estabelecer uma dominação em frente aos outros, mas  vou abrir um parêntese aqui,  isso pode ocorrer no extremo oposto também, essa pessoa pode sempre fazer um pedido que vai te colocar mais sozinho com ela, porque para uma pessoa manipular outra com sucesso é necessário que não haja outras pessoas em volta, assim fica mais fácil de manipular. Portanto esse comportamento de petições acontecendo de maneira excessiva vai escalar para o comportamento de ordens e ai sim deparamos com seu comportamento autoritário e manipulador. 

MANDÃO E BRAVO:

Basicamente após vários pedidos atendidos a pessoa começa a não ser mais tão doce como era, nem por favor ela fala mais, pelo contrário, pedidos começam a virar ordens e quando  você se recusa a fazer ela fica brava, desapontada e as ordens começam a ocorrer com mais frequência e você não se sente confortável com o que está  acontecendo fica chateado e mesmo assim acaba cedendo.

Primeiro é um pedido, depois é um grito.

VOCÊ PODE SE HABITUAR A SER SUBMISSO:

Se você se identificou com isso, seu cérebro criou um gatilho um hábito inconscientemente associado àquela pessoa de que sempre que ela manda você obedece!  Esse gatilho foi instalado ao longo do tempo quando ela começou lá atrás a ter aqueles pequenos atos de superioridade passar à sua frente falar mais alto do que você, te cortar quando você estava falando, depois escalou te pedindo uma coisa aqui, outra ali, e como já mencionei, depois esse comportamento escalou para ordens, comportamento autoritário ou seja ao passar do tempo o seu cérebro foi entendendo que era normal aquela pessoa ser autoritária e você obedecer.

Comparando essa situação com algum hábito saudável como, por exemplo, correr todo dia, ir à academia, você sabe como é difícil quando você quebra esse hábito, parece que está fazendo alguma coisa de errado não é mesmo? Pois é, a mesma coisa acontece quando você se acostuma a obedecer a uma ordem (por mais esquisita que seja) que você não queira fazer, parece estranho não acatar aquela ordem.

A MENTE DE UM MANIPULADOR

Olhando agora para o caso do Thiago o assassino de Goiânia vou pontuar como ele tentou escalar o comportamento autoritário com a equipe de reportagem, observei na entrevista que ele é uma pessoa manipuladora , em um dado momento da entrevista  ele diz ao repórter  estar incomodado com algo e pede um tempo para falar a sós com a advogada, volta e pede pra equipe desligar a câmera, toda equipe OBEDECE, então ele diz se sentir intimidado e quer o mínimo possível de pessoas na sala, então ele ORDENA que só fique na sala o cinegrafista o repórter e a advogada. Veja apesar de já ter concordado em dar entrevista ele tenta impor uma nova condição e faz outro pedido dizendo que tem um familiar que precisa de ajuda financeira e ele quer ajudá-lo, concedido mais este pedido a entrevista segue, porém ele interrompe com mais um pedido, o repórter pergunta qual é, ele diz pra trocar a câmera de posição, colocar do outro lado, diz que prefere mostrar apenas o lado esquerdo do rosto, a equipe novamente OBEDECE confirmando  aquilo que já comentei aqui, ele começa fazendo pequenas exigências e como  uma pessoa manipuladora ele reduziu as pessoas que estavam  com ele pra poder manipulá-las com mais força.

CONCLUINDO:

A pessoa manipuladora sempre te coloca numa situação em que você tem que se justificar e sempre parece que você está errado, o correto em uma situação dessas é você ter pulso firme, e bater o pé, olhar pra ela e dizer não e ponto: “Não vou fazer e acabou”

Sempre fique atento aos sinais, e evite deixar com que os outros te manipulem!

Um abraço e até a próxima!

Participante Trapaceou AO VIVO na TV?

Olá amigos, tudo bem com vocês? Dentre vários vídeos e várias análises feitas, nenhuma me fez rir tanto, quanto essa que vou relatar para vocês. Essa foi, inclusive, a análise em meu canal que contou com mais visualizações até hoje (atualmente quase 8 milhões de views). O vídeo chama-se: “Participante Trapaceou em Programa de TV?”. 

Nesse vídeo comento sobre uma situação polêmica e curiosa, onde supostamente um participante de um dos programas da emissora SBT, poderia ter “trapaceado” para ganhar uma premiação em um daqueles sorteios de programas de auditório. O que será que eu observei?

Pra quem não sabe: o programa “roda roda Jequiti” acontece semanalmente na emissora do Silvio Santos (SBT), onde os consultores  e clientes da Empresa de Cosméticos, Jequiti  são sorteados e convidados para o programa e lá participam de uma série de jogos valendo uma premiação em dinheiro. E tem um determinado momento  no qual eles precisam sortear um nome onde o sorteado também ganha alguma espécie de prêmio.

SITUAÇÃO INUSITADA: 

Aconteceu então que em um dos episódios, um participante chamado Matheus foi realizar o sorteio e quando ele pega o papel no meio do monte e vai ler o nome da pessoa que ganhou ele tem uma “grande surpresa”; pois acaba que ele sorteia o seu próprio nome, ou seja ele pegou o nome dele e acabou de ganhar mais um prêmio, o que realmente é bem impressionante , será verdade ou rolou tramoia? 

A própria emissora de TV SBT, veio a público, falando na imprensa que não foi armação e eu resolvi analisar o vídeo desse trecho da premiação para ver se encontrava ali sinais de incongruências, vamos rever essa análise?

O Participante esboça “surpresa” ao saber que foi sorteado por si próprio.

SERIA SORTE?

No momento em que a cena mostra o participante se dirigindo ao baú de papéis jogando uma boa quantidade pra cima mostrando que ele que está “escolhendo” um papel para contemplar  ele tira um papel e fica segurando na mão esperando a apresentadora ler um nome que ela também pegou, em seguida ela vai para o papel dele pra ler e a hora em que a apresentadora  lê o papel que estava na mão dele, miraculosamente descobre que o rapaz sorteou ele mesmo, aí ele solta um “ é o que ?????”   fica encabulado, surpreso a plateia aplaude Matheus e ele diz que realmente é o nome dele. 

SURPRESA FALSA?:

O primeiro ponto a ser falado é essa reação de surpresa “antecipada” dele quando ouve seu nome, isso por si só já é muito esquisito porque ela (a apresentadora) não fala o nome inteiro dele , simplesmente diz Antônio Matheus… Ao que ele já responde, em tom surpreso “É o que?”

E onde entra o “fator suspeito” nisso? Bem, vamos supor que eu chamasse  João Pedro de Paula da Silva, e alguém falasse; João Pedro e na sequencia eu já falasse “sou eu, só pode ser eu , num auditório cheio de gente com varias pessoas  e aquele baú cheio com os nomes de vendedores da Jequiti de TODO Brasil,  João Pedro só pode ser eu mesmo”.
É um ponto esquisito, mas também é passível da pessoa se sentir surpresa, ela realmente  pode achar que foi ela, porém analise comigo essa ”surpresa”

Primeira coisa; eu não vi uma sincronia emocional quando ele dispara: É o que???. Conforme descrito por Ekman no livro Emotions Revealed , como uma emoção tem uma velocidade de processamento muito mais rápido a tendência é que a gente processe a emoção no cérebro a fibra muscular gere uma expressão facial e na sequência a gente consegue expressar ali outros comportamentos como por exemplo, bater numa mesa, se afastar ou verbalizar uma informação e aqui nesse momento vejo  que ele começa a verbalização antes, no meio da fala dele e ele faz a expressão de surpresa ali, coloco um ponto negativo aqui nesta expressão de “surpresa”. Outro fator interessante é que essa expressão de surpresa (do participante Matheus), não é sucedida diretamente, sequencialmente por outra emoção. 

Conforme já foi observado em outras análises e também já foi citado no livro Emotions Reveled e também no livro Telling lies , uma emoção de surpressa é a que tem a duração mais curta porque ela é uma emoção sem qualificação, é uma emoção neutra. Logo é muito comum, que uma outra expressão emocional apareça imediatamente após uma expressão de surpresa. Tais como, surpresa -raiva, surpresa- medo.

E nesse momento não é isso que consegui observar no Mateus  , ele faz surpresa e volta expressar a face neutra, ou seja é menos um ponto , no quesito “genúino” pra essa expressão de “surpresa”. O tempo médio de duração de uma expressão de surpresa pra se transformar em outra emoção é de no máximo um segundo.

A VOZ DE SURPRESO?

Por ultimo eu observei  a vocalização dele que soou muito fina quando fala:
“É oqueeeee?” Como está constatado na tabela de pesquisas do protocolo  Scans, quando temos uma fabricação emocional da surpresa o comportamento vocal que mais ocorre é um ponto de intensidade no aumento do tom vocal. Como temos apenas um ponto de intensidade, seria algo um pouco mais diferente do que o normal ou seja é uma escala um pouco acima do nosso tom vocal normal, então por exemplo: se eu tivesse surpreso eu falaria no meu tom “normal” sem alterar tanto o timbre de voz como noto neste momento no participante do programa (cuja voz fica MUITO fina, com certeza mais do que uma mera escala acima de seu tom padrão). Destaco  que esse tipo de comportamento vocal é mais comum na raiva e no medo segundo a tabela do protocolo  cientifico Scans.

PONTO CRUCIAL:

 Primeiro ponto antes dele começar a buscar os papeis ali na caixa do sorteio eu pude observar que ele estava de relógio, o que não deixa de ser um objeto normal, mas neste caso dado o contexto na combinação de vários outros sinais, pode sim ser um compartimento pra esconder um bilhete ou qualquer outra coisa, tendo em vista os ilusionistas que fazem uso de relógios, bolsos, bonés para guardar objetos, itens dos truques de mágica deles.

Também é interessante eu mencionar que quando vai começar o sorteio, um pouquinho antes está passando um comercial para todos no auditório ou seja a câmera não estava filmando ele, isso na mágica é chamada de MISDIRECTION é quando eu pego a atenção do público e coloco em outro foco, outro estímulo enquanto realizo a mágica num “ponto cego”. Então com o comercial rolando a pessoa teria tempo suficiente pra pegar um papel do relógio e passar para outra mão, sorrateiramente.

HORA DA TRAMOIA?

Enfim, todos no auditório terminam de ver o comercial, inclusive os apresentadores e os participantes (Mateus também), e nesse exato momento vemos algo nas mãos de Mateus, adivinhe só? Exatamente; uma movimentação incongruente (como se estivesse movendo algo de uma mão para outra).

Estaria Matheus passando o bilhete com “o próprio nome” de uma mão, para outra?

Comparando com a mão da apresentadora  quando ela está abaixando pra pegar os papeis então as duas mãos dela estão separadas , paralelas e descendo e ao mesmo tempo ABERTAS pra pegar os papeis.

A apresentadora, por sua vez, desce com as mãos abertas e separadas para pegar os papéis, por que será que Matheus estaria com as mãos tão próximas neste momento?

O que consigo observar no participante Matheus neste momento, é que suas mãos descem de forma desalinhada, não paralelas como as da apresentadora. Se levarmos em conta o fato dele estar com as mãos muito próximas antes (imagem acima) podemos entender essa posição das mãos dele como no mínimo esquisitas, certo?

Além das mãos não descerem paralelas a mão que está fechada desce um pouquinho depois do que a primeira mão que está aberta (se eu tivesse ajeitando um papel dentro dela, eu daria um delay de tempo ali pra ninguém ver enquanto desço o outro braço).

Então durante o momento do sorteio, de fato, enquanto o participante está jogando os papeis, pegando vários papeis ali eu consegui observar que ele está procurando os papeis com uma abertura de mão diferente: Uma mão dele fica fechada e a outra aberta procurando papeis, novamente reforço que é uma abertura estranha mesmo, pois se o intuito é “pegar papéis” por que eu ficaria com uma mão fechada movimentando ela dentro do baú?

Ele pegava os papéis de forma estranha, uma das mãos estava quase fechada e a outra aberta, por que será? Já tinha algo naquela mão que estava mais “fechada”?

 Por fim a hora que ele para de jogar os papeis e vejo ali que ele traz esse papel virado pra cima, pra ele e posso supor que houve um (facial chekin) que é quando eu quero olhar pra confirmar uma informação e consigo observar ali contrações na região zigomática, deixando o lábio em arco, (com a barriga pra baixo) deixando a forma de um pseudo sorriso podendo ser uma micro expressão de felicidade, ora, se eu não sei quem é que foi comtemplado ainda, porque ficaria feliz em ler um nome num papel? 

Por que ele estaria olhando pra baixo ao pegar o bilhete? Por que ele ficaria feliz ao ver o bilhete?

Então após todo esse sorteio, temos aquela famigerada expressão de “surpresa”, que aparenta muito não ser genuína.

CONCLUSÃO:

A própria emissora, na época emitiu uma nota reconhecendo minha análise, porém, dizendo que na visão técnica deles, ninguém tinha “trapaceado” naquele programa.

Eu não julgo ninguém, nem o participante, nem o programa, mas observo possíveis incoerências sempre que posso, e tento comentar de forma técnica. A respeito desse episódio, me lembro da fábula do “bobo das moedas”, um homem que era tido como entretenimento público por não saber reconhecer a diferença entre os valores de diferentes moedas. Lhe apresentavam uma moeda de valor pequeno (5 centavos) e ele ficava deslumbrado, perguntavam se ele queria trocar por outra de maior valor (mostrando lhe uma moeda de 1 real, por exemplo) e ele dizia que não, que adorava aquela cor de moeda (de 5 centavos), todos riam, e voltavam no dia seguinte para “brincar” com o “bobo”.

Moral da história: Todos riam, ele nunca fazia a distinção correta de valores, mas todo dia ele estava recebendo seu dinheirinho, será que ele assim o estaria se afirmasse saber a diferença entre os valores? Quem sabe, eu só analiso.

Najila Trindade e Neymar: Quem mentiu?

Trecho de minha análise, publicada no canal Metaforando.

Uma das análises mais polêmicas e mais solicitadas no meu canal foi a do jogador de futebol Neymar, envolvido no que ficou conhecido como “O caso Najila”. Fui em inúmeros veículos da mídia comentar sobre esse caso, e após algum tempo a própria mídia noticiou a resolução, Najila que acusava Neymar de estupro, perdeu o processo e teve sua vida devastada.

A SITUAÇÃO: Em meados de 2019.

Najila Trindade, Modelo.

A modelo carioca Najila Trindade, troca mensagens com o jogador de futebol, Neymar Jr.
As mensagens, que teriam sido vazadas pelo próprio Neymar, mostravam que os dois tinha bastante intimidade em suas conversas (realizando até troca de fotos íntimas), e até mesmo demonstravam sensações positivas enquanto falavam um com o outro. 

Em determinado momento do contato dos dois, Neymar teria sugerido que Najila fosse para Paris, onde o craque morava na época deste evento. Najila teria aceitado uma ajuda financeira de Neymar para viajar até Paris, e teria inclusive se hospedado num hotel, selecionado pelo jogador. Eles então teriam se visto pessoalmente, e algo de negativo teria acontecido naquele quarto, pois seria a partir dali que se iria se desenrolar todo o caso.

O CASO: “Neymar me estuprou!”

O caso ocorre sobre uma acusação de estupro. O jogador de futebol Neymar que já havia se pronunciado sobre uma acusação de estupro envolvendo seu nome passou por mais uma atualização polemica na mídia, Najila Trindade a mulher que acusou Neymar sobre estupro e agressão, se pronunciou publicamente em uma entrevista ao SBT.

Na entrevista concedida por ela, logo após Neymar postar um vídeo em suas redes sociais dando “a sua versão” dos fatos, Najila diz que quando se encontraram, Neymar teria ficado agressivo e teria cometido ato sexuais com ela, mesmo após ela ter pedido para que ele parasse. Ela alegou ainda que o jogador a agrediu fisicamente. 

MINHA ANÁLISE: “Najila trindade: Sorriso da Mentira?”

Então começo a minha análise observando alguns pontos críticos na fala de Najila para entender  o que ela sentiu ao relatar isso e se existia ali sinais de incongruências que poderiam ser destacados em sua linguagem corporal. 

A VESTIMENTA

Sua vestimenta passava um ar de “garota indefesa”.

O Primeiro ponto que gostaria de relatar é sobre a roupa que a Najila usou pra conceder a entrevista; uma roupa sem decote, gola alta, uma camiseta simples com desenho colorido, uma roupa típica de ficar em casa que transmite a ideia de uma pessoa comum, nada parecido com as fotos que foram encontradas nas redes sociais, basicamente isso pode ser considerado como um S3 (Impression Management) neste caso é uma tentativa de dar uma manutenção na aparência dando a impressão de uma pessoa honesta, uma pessoa caseira, não uma mulher sensual nada disso. 

Esse tipo de estratégia inclusive já foi utilizada aqui no Brasil por uma psicopata chamada   Suzane von Richthofen na entrevista que ela deu na ocasião do assassinato dos pais, ela usava um pijama com desenhos, bem infantil, para aparentar de uma menina indefesa de uma garotinha que não sabia o que estava fazendo e era pura de coração.

ESTRUTURA VERBAL DO RELATO

Ao ser questionada pelo repórter se ela tinha ciência de que uma relação sexual poderia acontecer no encontro com o jogador Neymar ela diz:  -Sim….era meu…meu intuito era esse! Neste trecho consigo observar que houve uma alteração de tempo, uma pausa um pouco mais longa do que todas as pausas que ela dá antes de responder as perguntas, essa pausa pode estar associada a uma tentativa de manipulação, ou seja “vou ganhar tempo pra elaborar uma resposta melhor”  

Quando ela diz “Sim meu intuito” era esse a sua voz fica mais aguda, segundo pesquisas evidenciadas no livro (Getting to the Truth – Lansley) a nossa voz fica um pouco mais aguda porque nossas pregas vocais estão sobre o efeito do hormônio da adrenalina, isso causa um enrijecimento muscular (dentre várias consequências) e como as cordas vocais são músculos, nossa voz acaba ficando um pouco mais fina. 

Quando ela começa a falar de uma maneira mais pessoal, quando ela começa a contar os relatos de maneira mais emotiva e espontânea, ela utiliza termos bem mais populares como por exemplo; “ ele bateu na minha bunda violentamente “ (naquele momento ela está tendo uma reação emocional) como também em outro momento que ela cita que o seu primeiro advogado abandonou o caso “ ele disse pra mim: você não foi estuprada, você deu porque você quis” Ou seja ela usa uma linguagem popular, por isso que aqui neste contexto, neste momento a palavra  “intuito” difere um pouco da linha de base verbal dela.

Para responder ela geralmente utiliza as mesmas palavras que foram usadas na pergunta, o repórter cita “intuito” e ter uma “relação sexual”, e é basicamente com essas mesmas palavras que ela responde as indagações. Essa estratégia verbal (Chamada S2) geralmente é usada quando alguém mentindo, está receoso de “dar com a língua nos dentes” e acabar se entregando, então, para responder algo crítico sem se complicar, o mentiroso pode adotar essa forma de responder a pergunta com palavras da própria pergunta. 

EXPRESSÕES FACIAIS:

AU10: Nojo

Mais uma observação que se destaca é uma micro expressão de NOJO quando Najila conta  que tinha o “intuito” de ter uma relação com ele especificamente neste trecho; “Desde quando comecei a falar com ele” (NOJO caracterizada pelo AU10 levantador do lábio superior juntamente com uma negação de cabeça e um shrug bilateral) Esses pontos mostram  uma certa incongruência no que a modelo está dizendo, de que realmente ela teria interesse em ter relação sexual, isso pode acontecer por vários motivos, porque na verdade ela não tinha interesse na relação e sim em outras coisas, como namorar com ele por exemplo. 

Observei também no momento da entrevista em que ela se explica dizendo : “Eu tinha um desejo de ficar com o Neymar” que ela faz um gesto de juntar as mãos, caracterizado como  “gesto do pedinte” mais conhecido como “oração”.  

Além disso, ela não tira os olhos do entrevistador o que pode ser considerado um Facial Feedback. Geralmente quando contamos uma história é normal que quando a gente cite um ponto, olhe para a direção dele. Mas quando nós permanecemos focados no interlocutor, apenas olhando pra ele pode ser que a gente queira checar se ele está acreditando em nossa história, essa é mais uma estratégia de persuasão, comumente usada em narrativas manipuladas.

GRANDE INCOERÊNCIA NARRATIVA:

Foto divulgada por Neymar em seu instagram.

Destaco aqui uma potencial incongruência na narrativa nesta parte da história de Najila:
“Eu pedi pra ele parar e enquanto ele cometia o ato ele continuava batendo na minha bunda, violentamente, e depois eu girei (estavam na cama), foi tudo muito rápido, questão de segundos e me retirei” 

 Ela relata cronologicamente (no trecho acima) que estava deitada com Neymar na cama após estar despida e ali então eles trocaram carícias, e o Neymar então virou ela de lado, cometeu o ato sexual segundo Najila, contra a vontade dela, durante alguns poucos segundos como ela mesma relata, em seguida ela girou o corpo e se retirou (da cama) mas se voltarmos e observarmos o  primeiro vídeo do Neymar em que ele mostra as conversas: ELE enviou um foto pra ela de como ficou o “ato” em que ele cometeu ali a agressão , segundo ela relata, a agressão teria sido “com tapas fortes em seus glúteos”.  Ela até mesmo fala na entrevista que ele enviou a foto pra ela e o ex advogado dela teria acreditado na foto porque viu a foto como “prova” da narrativa de Najila.

Nesta foto que  teoricamente está relacionada a este momento em que ela está contando tem alguns pontos que diferem, primeiro ela não está deitada na cama como relatou na foto a gente consegue observar que ela está na verdade fora da cama, de joelhos na lateral da cama e debruçada na cama se apoiando com os cotovelos (posição popularmente conhecida como “de quatro”), segundo ponto incongruente é relacionado ao “tempo dos eventos” que ela está falando , ela relata que ele começou o ato contra vontade dela, foram poucos segundos aguentando ela deu um basta na situação girou o corpo e saiu, porém como já vimos além da pose na foto não ser a mesma que Najila descreveu, pra se tirar uma foto não é assim tão rápido. Vendo esta foto e comparando com o relato dela, fica o questionamento: Em que momento (nesses poucos segundos) quando Neymar começou o ato contra a sua vontade, ela girou e saiu fora? No meio disso tudo (antes dela girar) ele teve tempo pra parar, pegar o celular, entrar na câmera, focar (lembrando que quanto mais escuro, mais difícil pra focar  e tirar uma foto), tirar a foto e só então ela saiu dali? Isso não seria algo que é feito “em poucos segundos”. Então isso pode ser um potencial incongruência na narrativa nesta história.

CONCLUSÃO:

Najila e seus advogados.

As investigações do caso acabaram por inocentar Neymar, e como saldo, Najila Trindade ainda foi indiciada por denunciação caluniosa. Hoje ela comenta que sua vida virou de cabeça pra baixo na época dos eventos, e que ela “Passou pelo inferno” mas diz que está bem melhor atualmente.

MINHA OPINIÃO PESSOAL:

Acho que independente dela ter feito algo “de caso pensado”, ou não, a mídia e o público em geral, bateu bem pesado nela. Lembro que pensava “mas e o filho dela? O coitado vai ficar como, vendo todo mundo xingar a mãe dele de “puta”, “vadia”, “interesseira”?

Enfim, eu sei que isso acaba sendo o ônus de ter sua imagem vinculada a pessoas públicas  (ou você mesmo sendo uma pessoa pública), mas ainda me espanta a falta de empatia alheia.

Até uma próxima, 

Abraço sem proxêmica íntima!

Flordelis: Mandou Matar? (Análise Não Verbal)

Nos últimos dias meu canal, e meu nome, foram marcados em inúmeras notícias e postagens, geralmente dizendo “Metaforando acertou mais um”, “Olha só, não é que o Metaforando tava certo?”. Apesar de achar isso meio estranho, pois parece mais que eu era algum tipo de “Vidente” do que alguém que apenas estava teorizando, fui ver do que se tratava. Era sobre o caso Flordelis, quando vi a notícia me lembrei de tudo que observei enquanto analisava esse emblemático caso.

Flordelis e seu marido Anderson, quem ela supostamente mandou matar.

Há quase um ano, me foi solicitado inúmeras vezes, a análise do caso Flordelis. Ela era suspeita de ter participação no homicídio do próprio Marido (Anderson do Carmo). A Deputada, e também pastora dizia não ter nenhum envolvimento com a morte do Marido (que foi assassinado na garagem da própria casa, tendo sido alvejado mais de 30 vezes). Minha análise foi vista como “não favorável” a Flordelis, uma vez que indiquei alguns pontos com grande chance de serem dissimulações ou inverdades. E agora, quase um ano depois, a verdade vem a tona, a investigação acusa Flordelis de ser mandante do crime.

RELEMBRANDO: 2019

A FACE:

Em entrevista ao câmera Record para dar “a sua versão” dos fatos envolvendo a morte do pastor Anderson, Flordelis demostra vários sinais de incongruências. O ponto principal observado na face dela, são as expressões de Felicidade que demonstra inúmeras vezes, com micro sorrisos e micro contrações na região orbicular dos olhos.

Como no momento em que o repórter pergunta como ela está se sentido após a morte de seu marido, ela faz uma micro expressão de FELICIDADE, podemos observar isso pelo zigomático maior contraído bilateralmente; AU12B.

Um outro momento emblemático, ocorreu na entrevista para a rede Globo (programa Fantástico), quando Flordelis é questionada sobre “quem poderia ter matado o pastor Anderson” (frame abaixo).

Novamente, ela exibe felicidade, com um micro sorriso, o que é muito incoerente. Em sua linguagem verbal ela faz uma pergunta nesse momento, dizendo algo como “Pois é, essa é a grande pergunta”. A reação mais comum em situações como esta, seria o uso de um comportamento mais reativo, e voltado para emoções negativas, como por exemplo chorar, gritar, xingar, mas não um sorrisinho.

O comportamento facial de “felicidade” poderia nos dizer que ela (Flordelis) experienciava o que é chamado de Duping Delight, ou a “satisfação” que o mentiroso tem, quando acredita que sua história falsa está “colando”.

DISCURSO INCOERENTE:

Além dos vários sorrisos expressos por ela nessa entrevista, ainda podemos ver um estilo verbal mais “afastado”, que acontece geralmente quando o mentiroso evita abordar diretamente um tema, ou prefere usar frases de efeito. Isso fica evidente logo após ser perguntada “como está se sentindo” (em relação a morte do marido) quando ela diz : -“ Dizem que o tempo melhora esse tipo de situação, mas não está sendo esse o meu caso”.

Lembro que esse tipo de linguagem me chamou muito a atenção, pois esse estado de certa “apatia” com as palavras, é algo muito marcante em casos onde o mentiroso se convence de que não será pego. Ele joga com uma máscara social positiva, altruísta, e acaba cometendo frases como essa, onde geralmente é passada uma espécie de “sabedora”. Quando ouvi ela dizer isso, meu foco redobrou nessa análise.

O uso de uma linguagem tão formal (“não está sendo esse o meu caso”) e tão bem articulada num momento desse onde seria predominante um tipo de reação mais emocional bem como uma linguagem mais espontânea mais emocional, não faz muito sentido narrativo e pode ser visto como uma inconsistência narrativa uma vez que ela articula muito bem palavras complexas, demostrando ali uma certa manipulação do seu discurso e uma ausência de espontaneidade e também pode estar relacionado a um afastamento verbal porque ela não nomeia a situação como, por exemplo: – “Eu estou muito triste pela morte de meu marido… isso caracteriza um afastamento, ela não faz mensagens diretas a ele como: Eu estou triste porque ele morreu, ela apenas define como “Esse tipo de situação” que é um termo ambíguo totalmente diferente  se ela falasse algo como: “- Eu ainda não superei a morte dele!” Portanto esses pontos ambíguos numa narrativa geralmente levantam suspeitas, vemos isso em outros casos como no depoimento de Bill Clinton quando se referiu a Monica Lewinsky (que era sua amante) ele disse: “- Essa mulher…” Ao invés de: minha secretária, caracterizando um afastamento verbal.

Em muitos momentos da entrevista podemos observar que Flordelis utiliza de vários afastamentos verbais, como citei esse tipo de afastamento em excesso pode ser visto como discurso evasivo, como na narrativa dela quando relata o que ocorreu no dia do crime, ela enche de detalhes a história, descrevendo em meio ao relato que a filha veio correndo: “A milha filha que mora embaixo e  dorme na sala perto da porta do…” esse tipo de detalhes excessivos segundo o protocolo SCANS de análise não verbal e o protocolo SCAN do conteúdo na mensagem não verbalizada são uma dissimulação, porque quando queremos contar uma historia verdadeira pra gente nos vamos direto ao ponto emocional , não ficamos preenchendo ela com detalhes, com narrativas evasivas, ou relatando outros pontos da história, invés de darmos mais atenção ao “ponto principal”.

TEORIA DO PASTOR ANDERSON: Uma possível motivação para o crime.

Teria o pastor Anderson, cometido abusos sexuais?

Acontece que uma das linhas de investigação presumia que o pastor Anderson poderia ter tido relação sexual com alguma das filhas adotivas, ao ser questionada sobre isso Flordelis se nega a responder e fica visivelmente irritada com esta pergunta ela clama estar furiosa e diz sentir-se desrespeitada. Os elementos que envolvem esse crime 30 tiros, 30 perfurações no corpo, uma grande gama de perfurações na região genital, podem revelar grande impulsividade de quem executou Anderson, veja bem, não foram 5 tiros (como ela diz “pá pá pá pá pá” ) foram 30 tiros que demonstra um estado emocional elevado em quem fez isso, e não uma frieza, o que novamente tem uma relação muito grande com motivos pessoais e o fato  da grande concentração de tiros na parte genital, pode estar associado a uma mensagem direta que pode ter sido passada do agressor ou dos agressores para o pastor Anderson, ou que “utilizasse” o pastor Anderson para passar uma mensagem pra mídia e novamente reforço a ideia que há grandes motivações pessoais envolvendo esse crime oque tornaria improvável a hipótese de que tenha sido assaltantes ou pessoas que não tivessem relação ou conhecimento direto com o Anderson.

A linha de investigação provavelmente presumiu que os filhos poderiam ter sido abusados por Anderson e assim terem se rebelado contra o pai adotivo como manifesto por abusos sofridos. Vale lembrar que embora não seja confirmado que o pastor Anderson teve ou não relações sexuais com as suas filhas adotivas ou até mesmo pedofilia, ele tem um perfil muito semelhante a de outras pessoas que se envolveram em abusos cometidos contra crianças em comunidades e geralmente com ligações religiosas.

Jim Jones e David Koresh, eram pastores, cometeram abusos e foram baleados até a morte.

Foram os casos como o de  João de Deus, Jim Jones e David Koresh, que assim como Anderson, esse três também tinham os seguintes elementos eram líderes religiosos que pregavam religião derivadas do cristianismo, viviam em comunidade ou casa compartilhada com mais de 15 pessoas das quais todas as pessoas dormiam próximas umas das outras, crianças, meninos, meninas, homens, mulheres, e mesmo com filhos não se mudavam ou construíam novas residências moravam sempre no mesmo local, tinham acesso a criança de forma fácil e muitas vezes sem supervisão de adultos eram líderes de suas famílias e das famílias que estavam hospedadas em sua comunidade ou casa compartilhada, tinham o controle financeiro de tudo e dividiam tarefas da casa para cada pessoa possuíam crianças adotadas em situações ilegais (como mostra na entrevista, Flordelis  diz que dos 55 filhos adotivos apenas 15 eram adotados em Lei). Todo esses pontos são similaridades conhecidas por essas 4 pessoas, ainda não há provas de que o pastor Anderson tenha abusado dos filhos, porem esses outros três citados, abusaram de mulheres, homens, crianças e além de violência sexual, praticaram contra elas, também violência física contra mulheres, crianças e animais. Com exceção do João de Deus os outros três, Anderson, Jim Jones, David Koresh foram baleados até a morte, então pode ser que haja uma correlação entre esses perfis, são todos muito parecidos, pode ser que haja uma correlação entre o abuso sexual infantil e a figura do Anderson, pode ser que haja.

REVELAÇÃO DO CASO: Investigadores concluem o caso em 2020.

Alguns dias atrás, a investigação do MP e da Polícia Civil do Rio de Janeiro, finalizou suas diligências, oferecendo a acusação de Flordelis como “mandante” do crime. Nas palavras dos oficiais envolvidos no caso “Esse tipo de crime, revela que o culpado geralmente é alguém próximo ou da família”.

Ainda além disso, a investigação revela que Flordelis já tentava matar Anderson há 2 anos, por envenenamento (enquanto ele comia). Um dos filhos de Flordelis, que “assumiu ter atirado em Anderson”, disse em depoimento a polícia, que teria matado o padrasto (Anderson) pois suspeitava de que ele teria abusado de uma de suas irmãs.

Flordelis, por ser deputada, não pode ser presa preventivamente, por ter foro privilegiado.

O Desfecho de todo esse caso ainda está por vir.

Obrigado por todos que leram até aqui, abraços!

Cursos Metaforando

Olá Pessoal, tudo bem com vocês?

Recentemente iniciei a ministração dos cursos oficiais de Linguagem Corporal pela Metodologia que aplico nos vídeos do canal Metaforando. Tivemos uma primeira turma com mais de 50 alunos (Realizada em São Paulo – SP). E o aproveitamento dos alunos foi enorme (estamos editando os vídeos depoimentos de alguns alunos para repostar no canal,). Desde estudantes universitários, profissionais em design e técnicos de informática, até advogados, promotores de justiça, e oficiais da área federal, todos efetuaram uma taxa de acerto de expressões faciais superior a 60% após apenas 4 horas de treinamento no workshop presencial “A FACE DA MENTIRA”.

resize 1

Estaremos passando pelas principais capitais do Brasil, até o fim do ano (na tentativa de cobrir a grande maioria delas) e divulgaremos os cursos em todos os canais de comunicação do Metaforando (Instagram, Youtube, Facebook, Podcast e Blog).DSC_0236

Para realizar sua inscrição nos cursos, basta ficar atento aos canais, ou cadastrar seu e-mail aqui no blog, para que dessa forma, toda as datas e cursos sejam visualizadas por você.

Nos vemos por aí, bons estudos!

Abraço sem proxêmica íntima.

 

Vitor Santos.